Capulana: Arte no Tecido

4

Desfile de capulana Moçambique

A capulana é um tecido (embora numa tradução literal signifique simplesmente pano) colorido que as mulheres moçambicanas vestem em vários momentos da vida.

Definição estranha nê?

Pois bem, vamos lá clarear isto.

Um tecido colorido?

Capulanas coloridas

Sim. A capulana não seria mais do que um tecido comum se não fossem os lindos desenhos estampados nela, que são verdadeiras obras de arte e o grande significado que ela tem para o povo moçambicano. Na verdade a capulana é um símbolo da mulher moçambicana.

Esta obra de arte tem em média 2 metros de largura e metade de altura (2×1). Definitivamente a capulana não é um pano.

Elas vestem?

Capulana: Arte no Tecido

Sim. Para alguns o melhor termo seria ‘amarram’, ‘enrolam’ ou ‘cobrem’- fique à vontade para escolher o seu. Eu prefiro dizer que elas vestem, porque a capulana é considerado um tipo de roupa por várias moçambicanas – assim como a saia e a blusa.

As mulheres enrolam a capulana na cintura e fazem um nó, fazendo o papel de saia. Pode-se também cobrir o tronco ou qualquer outra parte do corpo. Isso varia de localidade para localidade, ou vontade mesmo.

Vários momentos da vida?

Senhora protege-se do frio com a capulana
Senhora protege-se do frio com a capulana

Para algumas mulheres a capulana faz parte do dia a dia e é parte permanente do seu vestuário, não importa onde, for ela vai sempre levar consigo a capulana. Este estilo de vida é comum nas zonas rurais.

Algumas mulheres usam a capulana para carregar seu bebé em segurança nas costas, enquanto realizam outras tarefas.

Mãe carrega bebé nas costas com uma capulana

Mãe carrega bebé nas costas com uma capulana

A capulana pode também ser usada como cobertor ou toalha de mesa, eu tenho visto muitos casos em que é usada como cortina.
Existem aquelas mulheres mais ‘modernas’ que preferem as Tchuna babys, os vestidos e as saias. Para estas, a capulana só sai da mala em dias de cerimonias tradicionais ou fúnebres. Já outras, nesse mesmo grupo, usam a capulana apenas em casa . As moças mais jovens é que apresentam esse comportamento.

E por fim existem aquelas que vêem na capulana uma forma diferente de vestir, não pelo que ela significa, mas pelo facto de ala ser algo novo para o mundo fashion delas .
Deixem-me explicar isto melhor…

Roupa de capulana?

Com a ‘globalização’ (ah sempre culpa dela) e a emancipação da mulher, ficou complicado ver mulheres de capulana na cidade. Talvez pelo facto dela remeter à imagem de mulher dona de casa, as mulheres não usam capulana para ir trabalhar.

Existe alguma Lei que proíbe o uso de capulana no local de trabalho?

Muita gente vai me dizer que agora há muita promoção da capulana, inclusive desfiles de alto nível dedicados a este tipo de indumentária.
Vestido de capulana
E eu vou perguntar: Se você pegar no seu cobertor e pedir para o alfaiate fazer uma camisa através do tecido dela, o produto final vai ainda vai se chamar cobertor? É claro que não, você terá uma camisa.

Logo, é para mim é estranho pegar numa capulana e fazer um vestido ou uma saia e chamar aquilo de ‘traje africano’ – No way. Isso é um pretexto barato para abandonar a verdadeira essência da capulana.

Aquele ‘pano’ rectangular, simples e discreto é capulana, qualquer outra coisa diferente disso é outra coisa.

Onde encontrar?

Comerciantes de capulana

Nas feiras, mercados, vendedores ambulantes, lojas especializadas, enfim… Eu tenho certeza que encontrar uma capulana à venda não será um problema para si….

Partilhe na Sua Rede.

Sobre o Autor

Fundador e Director Geral do Moçambique Media Online - MMO desde 2011. Escrevo sobre Gastronomia, Arte, Cultura e Curiosidades de Moçambique. Trabalho como Consultor em RH, Marketing Digital e sou estudante de direito.

4 Comentários

  1. Pingback: O Povo Makua

  2. Uma correcta visão sobre a capulana ….Apreciei esta tomada de posição .
    Adoro a capulana .Sempre a adaptei ao meu gosto :vestidos de praia ,fatinho de calça e casaquinha ,toalhas de mesa , echarpe ,almofadas ….é uma riqueza que preservo .Qdo aí estive ,ofereceram-me capulanas .Mas há um episódio .Qdo aí estive ,a vizinha da minha amiga escandalizou-se e até me insultou por trajar um fato de calças de cores quentes ao ponto da minha amiga intervir ralhando …é uma questão de sensibilização ao que nos pertence de raíz …
    Viva a Moçambicanização ….
    Matope tenho o pc meio marado .A minha empregada com a mania das limpezas deve ter desligado qualquer cois que me impede ter acesso a imagens e fotos .O meu monitor foi operado e só daqui a 15 dias estará na empresa .Assim ,logo que eu consiga ter acesso ,envio uma foto em que estou com um vestido de capulana em Inhambane .ok?
    Um X MANHAMBANE

  3. É lamentável que aulas como esta não entram na cabeça dos jovens moçambicanos. Mais do que roupa, a capulana é um símbolo… Um simbolo transformado ou é outro simbolo, ou não é nada.
    Avante às críticas construtivas, Loucos por Moçambique!!!

Deixe um Comentário