Gírias e Expressões Populares de Moçambique

Gírias e Expressões Populares de Moçambique

COMPARTILHE

Gírias e Expressões Populares de Moçambique


Gírias e Expressões Populares de Moçambique

Fico muito feliz sempre que tenho que escrever artigos como este. Primeiro porque é um assunto que envolve directamente o povo, a minha gente do Benfica, de Malhazine, Chamanculo, Mafalana, Laulane, Ferroviário, Guava e outros bairros onde está a malta toda. Segundo porque permite que eu abandone um pouco os bits e bytes para jogar ntxuva e com a malta, enquanto vou colectando o material que preciso para os artigos. Lembro que a última vez que saí para a colecta foi para escrever a matéria sobre Jussy Cola – Já haviam esquecido ne? Vale a pena dar uma olhada naquelas rabiscadas.

Eu anotei uma boa quantidade de gírias e expressões populares moçambicanas e procurei pelos seus significados nas diferentes regiões do país. Algumas já têm artigos dedicados e espero no futuro poder criar artigos para cada uma delas.

Jopo: Vem de job em inglês que significa trabalho.

Mbolha: Os ladrões usam este termo para designar o produto dos seus robos. Os modjeiros usam este termo quando se referem aos passageiros. Algumas pessoas também usam a o termo para se referirem a trabalho.

Modja: Actividade praticada pelos modjeiros.

Bazar: Verbo Ir no infinitivo.
Ex: Vamos lá bazar para casa = Vamos para casa.

Comé: Diminutivo de como é que é? 
É uma forma de saudação muito usada pelos jovens.

Tcheca la: Olha lá, olhai
Ex: Tcheca lá aquela cena = Olha para aquela coisa.
Cena: Coisa.

Chapa: Transporte semi-colectivo de passageiros.

Modjeiro: Ver artigo principal: O que é um Modjeiro?

Chapeiro: Motorista de chapa.

Gai Gai: Pesssoas que são pagas para transportar carga.

Madjoridjo: O mesmo que Gai Gai.

Dama: Namorada, moça.

Stor: Professor.

Tchuna Baby: Ver artigo principal – Txuna Baby.

Djimar: Treino em academia, exercitar.

Duxar: Tomar banho.

Marrar: Estudar.

DjokoDjoko: Termo usado pelas crianças para designar o acto sexual.

Molwene: Ver artigo principal – Molwene

Mapara: Idiota

Matreco: Pessoa desprovida de esperteza

Nholar: Ficar na reserva, “esperar até cansar”

Mbunhar: Ficar desapontado

Tchova: Carrinha de mão que serve para transportar carga. É bastante usado pelos Gai Gais.

Ainda existem centenas que nós esquecemos. Ajude-nos a aumentar a lista falando das gírias da sua localidade.

COMENTE PELO FACEBOOK

9 COMENTÁRIOS

  1. Bazar, Comé, Cena e Dama são expressões Angolanas surgidas nos fins dos anos 80 em Luanda. Se vocês imitam tudo bem, mas não precisam mentir que são expressões vossas. Vejo também em algumas musicas Moçambicanas expressões como ché, yá, Kota ou terminar a palavra com ééé (ex. minha vidééé, minha casééé; mwangolééé). são expressões da língua Kimbundu. Hoje ouvi noutra musica moçambicana dizerem mana-moça e erradamente auera quando diz-se Wauera. São todas expressões 100% Angolanas. Utilizem as vossa para internacionalizarem a vossa cultura.

  2. Posso até estar engado, mas me recordo de ter lido em algum lugar que "STOR" significava: Senhor Doctor. Logo não pode ser giria.

DEIXE UMA RESPOSTA