Tradução de uma carta de demissão

Tradução de uma carta de demissão

COMPARTILHE

A verdadeira mensagem escondida naquelas palavras bonitinhas e emocionantes…


Prezados Colegas – Malditos Escravos

Chegou a minha vez de me despedir de todos vocês. Os últimos anos foram magníficos no desenvolvimento da minha carreira, mas é hora de partir em busca de novos desafios profissionais.

Estou saindo desta merda. Após anos de exploração sem sentido, baixo salário e horas-extras não remuneradas, finalmente consegui encontrar um emprego melhor que este.

Gostaria de deixar meus agradecimentos a todas as pessoas que de alguma forma me ajudaram durante todos estes anos. Sei que posso acabar esquecendo alguém, mas algumas delas merecem uma saudação a parte:

Abaixo segue a lista das pessoas que transformaram a minha vida num inferno durante todos estes anos. Existem muitos outros idiotas, mas não consigo lembrar o nome de todos:

1- Em especial fica um forte abraço para o Teixeira, meu chefe ao longo desta jornada, pelo aprendizado, dicas e também repreensões;

Idiota do Teibicha, maldito corno, jamais cumpriu sequer uma das promessas que me fez. Sempre de mau humor, consegue a todo o momento desmotivar a equipe com sua incompetência e métodos pré-históricos de trabalho.

2 – Para toda a equipa da Área de Pessoal, em especial para a Rita, pela simpatia, disposição em resolver meus problemas e também por ter me seleccionado (hehe);

A vaca do RH, pelo mau humor quotidiano com cara de mal amada, e clara insatisfação em ajudar quem quer que seja.

3 –  A toda equipe de TI, que prontamente solucionou inúmeros problemas em nosso sistema;

Aos incompetentes da área de sistema, que demoram uma eternidade para resolver qualquer problema em nossas máquinas, e normalmente o fazem com cara feia e má vontade.(QUE TIRARAM A NOSSA INTERNET)

4 – A equipe do nosso escritório Regional de Maputo, pela ajuda com nossos eventos;

Aos sanguessugas do escritório regional, incapazes de resolver qualquer problema por conta própria, fizeram eu perder inúmeros finais de semana para ajudar em situações que eles criaram.

Fica aqui o meu grande abraço para todos vocês, pelas risadas, happy-hours, problemas resolvidos e desafios enfrentados. Tenho orgulho de ter feito parte desta família maravilhosa.

Adeus para todos. Chega de fofoca, baixo nível, picuinha e palhaçada.

Sei que conversaremos em breve.

Nunca mais quero ver nenhum de vocês.

Abraços!

Morram!

Colaboradora do portal de 2011 a 2013. Escrevo sobre Moçambique e sobre os moçambicanos.

COMENTE PELO FACEBOOK

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA