Vida sexual: nem tudo o que se come é afrodisíaco

Vida sexual: nem tudo o que se come é afrodisíaco

COMPARTILHE

Existem alimentos que podem prejudicar a vida sexual e os que a podem melhorar. Ela desempenha um papel fundamental no nosso bem-estar. A sua qualidade depende também do que o organismo absorve.

vida sexual

Normalmente, quando as pessoas iniciam um namoro tendem a proporcionar-se jantares e picnics. Dentre o que se come, alguns são escolhidos pela fama, outros pelo formato e pelo sabor. Porém, nem tudo que parece ser um afrodisíaco realmente o é. Aqui, serão indicados alguns alimentos bons e maus para a vida sexual.

Na lista dos maus alimentos encontram-se: a ostra – apenas tem o formato do órgão genital feminino. O chocolate – saboroso, mas rico em gorduras e açúcar, pode inibir a sensibilidade do clítoris. Carnes processadas (como salsichas) e lacticínios (como queijos) – ricos em gorduras saturadas e colesterol, entopem as artérias do corpo, logo, dificulta a excitação. Bolos, pães, e bolachas processadas. Alimentos ricos em soja (alto nível de estrogénio) – diminuem a libido nos homens e causam problemas hormonais nas mulheres.

vidda sexual

Na lista dos bons alimentos encontram-se: peixes – ricos em ómega-3 que ajudam a manter uma boa erecção , e aumenta a circulação sanguínea na região dos clítoris. Cenoura – rica em vitamina E, aumenta a libido. Vegetais e folhas verdes – melhoram o estado das artérias proporcionando a melhor circulação sanguínea. Abacates e melancias – melhoram a circulação sanguínea.

A essa lista de bons alimentos para vida sexual, adicione também: espinafre, couve, brotos de ervilha, sementes de abóbora, figos e alcachofras.

 megacurioso

COMENTE PELO FACEBOOK

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA