X

Aprenda a Falar Changana – Guia Completo

O que é Changana?

Aprender a falar changana (pelo menos o básico) deve ser uma das primeiras missões para quem deseja viver como um verdadeiro moçambicano em Maputo. O que muda quando falamos dos povos das províncias do centro e do norte de Moçambique, que mesmo convivendo bem com o Changana tem suas próprias línguas locais – que valem a pena aprender também.

Existe uma certa confusão entre o Ronga e o Changana, por causa da sua grande semelhança. Na verdade a maior parte dos moçambicanos usa o termo Changana para se referir a duas variantes da língua Tsonga (xiRonga e xiChangana), ou seja, uma mistura de Ronga e o Changana. O xiRoronga é falado em Maputo e o xiChangana é falado em Gaza.

Existe outra  variante do Tsonga falada em Inhanbane, o xiTswa, que não entra no grupo de línguas erroneamente chamados de Changana, este é chamado geralmente de xiNhembane ou pejorativamente pelo Rongas de maDindindi.

Nós vamos ensinar algumas palavras básicas de Changana e Ronga (de Gaza e Maputo respectivamente) sem diferenciações, para que você tenha poucos problemas na hora de falar com os nativos destas regiões!

Vale lembrar que quem entende Changana pode desenvolver um diálogo normal com os falantes de Ronga e vice-versa. A diferença entre estes dois é equivalente à diferença entre o Português europeu e o Português brasileiro.

Mini Dicionário Changana/Ronga

Nós preferimos dar preferência à pronuncia em vez da escrita, por isso fala exactamente com está escrito.

Pronomes pessoais

Mina – Eu
Wena – Tu
Yena – Ele
Hina – Nós
Mwina – Vós
Vona – Eles

Saudações

Auxene – Bom dia
Lichile – Bom dia (resposta)
I hlikani  – Boa Tarde
Aupeleni – Boa noite
Lipelile – Boa noite (resposta)
Hambanine – Tchau
Kanimambo – Obrigado
Hinkomu – Obrigado
Nikenssile – Estou grato
Hoyo hoyo -Bem Vindo
Ho Yine – Como está?
Ni kahlè – Estou bem
Ni kwatsi (?) – Estou bem
Hlanpswani – sobrinho (a)

Nomes

Móva – Carro
Xipfalo – Porta
Búku – Livro
Mát[h]e – Água
Moya – Ar
Mulungu – Branco/Deus
Makwuavu – Irmão (ã)
Makweru – irmão (ã) – Meu/Minha
Makwenu – irmão (ã) – Seu/Sua
Nwana – Filho
Bhava – Pai
Mamani – Mãe
Ntukulu – Neto (a)
Kokwana – Avó
Mufana – Rapaz
Ntombi – Rapariga
Male – Dinheiro
Lhonguè – Cor
Xitholo – loja
Bazara– mercado
Ulombe – Açúcar/Txukela
Xibomaba – Machimbombo/Ónibus

Verbos

Os verbos no infinitivo são sempre antecedidos da palavra Ku, como acontece com To na língua inglesa.

Ex: Ku Famba – To Go.

É impossível listar todos os verbos existentes, por isso vamos deixar os básicos (se possível sem o Ku, hehehehe).

Kombela – Pedir
Nhica – Dar
Buya – Vir
Famba – Ir
Tsika – Deixar
Ku da – Comer
Yetlhela – Dormir
Pfuka – Acordar
Tsama – Sentar
Kanela – Falar
Dondza – Estudar
Pima – Medir
Pimissa – Ponderar
Teka – Levar
Sweka – Cozinhar
Tsala – Escrever
Vona – Ver
Txuvuka – Olhar
Pfula – Abrir
Pfala – Fechar
Tchova – Empurrar

Frases e Expressões Populares

Nacumbela – Estou a pedir
Nacumbela mát[h]e – Estou a pedir água
Nicombela – Peço
Nicombela Moya – Peço ar
Ni navela – Desejo…
Ni ta kuba – Vou te bater.
Bassopa – Cuidado

Uwenamane vito? – Qual é o seu nome?

Hi mina Matope – Sou o Matope

I hlikani Matope José. Ho Yine? – Boa tarde Matope José. Como está?

Hawena! = Você/tu!

Languta/Txu-huka! = Olha!

Ntukulu wa mina (em ronga) wanga – Meu neto(a).

Kaya kwanga / kaya ka mina – Minha casa.

Yamukela – Receba

Nitlanguelile – Estou grato

Ni pfuni – Ajuda-me

Mu pfuni – Ajuda-o

Suca! – Saia!

Mina naku rhandza – Eu gosto de ti

Ni navwla aku kanela na wene – Gostaria de falar contigo

Ledze a sikwembo she lerisike dzone – Pela qual Deus nos recomendou

Rhandza ma kweno ku fana ni lesweuti randzissaka shi shone – Amar ao seu próximo à sua semelhança

Ni làvà kuchava timango ni munho – Quero comprar amendoins e sal

I malè muni? – Quanto custa?

Nayala/ ani lavi – Não quero

Xá Dula – Está Caro

Nirivalele – desculpa

Mahala – Grátis

 Ka Hissa – Está quente

Nilava Wena – Quero Você

Nilava Male – Quero dinheiro

Nós tentamos trazer aqui uma mini aula focada na pronuncia, do que é chamado Changana, uma mistura do Ronga com o verdadeiro Changana. Não somos experts no assunto, por isso é possível que tenhamos cometidos alguns erros…

Esperamos que este artigo seja o seu dicionário portátil de changana!

Faça Parte da Nossa Turma de Changana Online Aqui!

Ver Comentários (117)

  • O que está a acontecer neste blogue criado por Matope José; é louvável, melhor que nada, não podemos deixar as nossas e outras línguas desaparecerem simplesmente, porque ao debatermos estaremos interagindo aprendendo e ensinando, ex: a palavra: "Landim!" Duvida que só hoje e agora percebi, apenas ha pouco recebi este correio, mui embora já o conhecesse de há tempos para cá, Sonia Costa Esteves isto é para si: "Dizem que a palavra landim nasceu na seguinte sequência: Dito popular: "quando Vasco da Gama chegou a Moçambique com outros portugueses à Inhambane denominara: terra de boa gente, mas mais para o Sul de Moçambique, também fora bem tratado, nativos sugeriam aos colonialistas para que seguissem a algum local o lado e lhes diziam: "Níí lããndzi!" quer dizer: "Siga-me!" Como não entendessem nada do que o povo indígena falasse disseram: eles falam Landim. E, foi assim que nasceu essa palavra! LANDIM Dito pelo povo. Agora, o acento a dobrar na vogal "i" e também a dobrar na vogal "a" é simplesmente invenção minha; para que as pessoas possam aprender a ler e a pronunciar corretamente o Xirõõnga e o Xitshâãngana sem tenham de ter um formador ou professor a sua frente, portanto estou escrevendo um glossário dessas 2 línguas Xirõõnga Xithsããngana elas são faladas como estivessemos cantando, daí tive a feliz ideia do acento duplo em todas as palavras; já que estas 2 línguas estão desaparecendo (é real) assim como todas as outras línguas na face da terra. Mas já escrevi 2 páginas a justificar o meu comportamento de escrita. logo possa colarei essas tais 2 páginas em glossário. Abraço

    • Estaria tentado em concordar se, em bitonga como em ronga se dissesse "ni landri"(segue-me) e Vasco da Gama chegou ao Rio dos Bons Sinais Inhambane, onde se falaria o bitonga mas ainda não era Inhambane

  • Eu sempre escrevi KANIMAMBO nao como ja reparei com um H incluido
    Gostei muito de tudo em geral
    Espero aprender mais pois cresci em Mocambique e ainda lembro de algumas palavras
    Eu continuo a AMAR essa terra linda
    MOCAMBIQUE
    ❤️?????
    Pra Sempre

  • Comentário: como posso dizer, conservação do meio ambiente em changana, peço vossa ajuda.

  • Comentário: como posso dizer meio preservação do meio ambiente em Changana

  • Maseve é o termo que os pais e familiares crescidos usam para referir a alguém da Família do noivo e da noiva. O plural é vamaseve. Por exemplo, os pais do meu genro sao meus vamaseve e eu tambem sou maseve deles. Pedro Cossa

  • Excelente. Mas na verdade o povo deve Gaza diz Changane e o de Maputo e outros dizem Changana. O mesmo acontece com o seu patrono Sochangane para alguns e Sochangana para outros, não sei ao certo qual é o termo correcto. Quanto a sogra em Changane não pode ser Masseve pois significa comadre, Sogra é mãe, Mhane ou Mamane.

  • Eu viajarei para Mocambique e gostaria de saber se alguém pode me ajudar em aprender Changana. Já estou estudando sozinho mas gostaria de treinar com um nativo ou alguém que falar.

    Obrigado

Comments are closed.