X

De Catembe a Maputo (A Realidade)

Um número considerável de pessoas residentes na Catembe trabalha e estuda em Maputo e vice-versa. Todos os dias na hora de ponta, vê-se gente de todas idades a tentar atravessar para o outro lado da margem. O bom disso tudo é que não há congestionamento no mar e a distância é razoavelmente pequena, se compararmos a distância que algumas populações percorrem só para ter um galãozinho de água.

Excepto nas horas de Pico, atravessar para o outro lado é bem divertido e tem diversas opções. Há quem prefere ir do Barco maior ou dos barquinhos (chamam Mapapai), cá para mim  tanto faz e curto sempre que faço.

Do lado da Catembe a praia é bem limpinha e tem bons restaurantes, recomendáveis para comer um bom marisco.

Mas como eu havia dito, a travessia Maputo/Catembe só é divertida fora das horas de pico… Atravessar para o outro lado da margem nem sempre é fácil.

Vamos acompanhar algumas fotos da ginástica que os nossos irmãos têm que fazer para poderem chegar aos seus destinos em segurança…

A realidade sobre a travessia Maputo – Catembe e vice-versa

Ver Comentários (1)

Comments are closed.