Textos Deficiente Deve Morrer

Deficiente Deve Morrer

PARTILHA COM A MALTA


Deficiente Moz
“Significado de Deficiente””adj. e s.m. e s.f. Insuficiente, insatisfatório; medíocre.
Psicologia Diz-se de uma pessoa que tem diminuídas as faculdades físicas ou intelectuais.””Deficiente- Defeito que uma coisa tem ou perda que experimenta na sua quantidade, qualidade ou valor.”Deficientes…Foi assim que a sociedade rotulou os seres humanos com alguma limitação física. Ao meditar neste ponto por influência de um amigo meu, a palavra “Deficiente” não soou bem, no eco da minha humilde reflexão. Apercebi-me que, ao ser empregue a um ser vivo, a palavra torna-se extremamente pejorativa, tanto quanto os dizeres das línguas que cultivam a obscenidade.Eu sou surdo e confesso que, em várias ocasiões enquadrei-me nessa imunda palavra… “DEFICIENTE” e com orgulho! Mas era somente porque acho/va que o meu interior conta/va muito mais que uma simples palavra que nos fora atribuida pela preguiça intelectual da sociedade. Mas mudei de opinião assim que meditei calmamente na sua consistência. A palavra “Deficiente” deveria ser aplicada somente para objectos sem proveito algum e, se calhar, até estes se safam, pois hoje em dia a reciclagem está em alta. Então, quanto mais para um ser vivo com a capacidade de se adaptar perante obstáculos impostos pelo seu cotidiano?Porque eu já vi cadeirantes que conseguem correr e ganhar asas, cegos que pintam divinas obras de arte, surdos que compõem as mais belas melodias, mudos que escrevem e recitam os mais belos poemas… e com certeza que os meus olhos não foram os únicos a presenciar tais “invulgaridades” feitas por quem a sociedade julga “deficientes”.Como também já vi homens normais que provaram a todo o universo que são autênticos deficientes. Quem não se lembra de Hitler? Assim como tantos outros que, ao acharem que possuem “todos os sentidos” em óptimas condições, podem espezinhar e humilhar ao que tem a falta de um ou mais sentidos. A verdadeira deficiência reside na mente, quando esta cede espaço para o preconceito. A palavra Deficiente não é nada mais, e nada menos que pejorativa! Algo que não pode ser dirigido nem sequer aos animais que são seres irracionais! A deficiência não existe, quando se trata dos seres vivos, há apenas a diferença, e com isso quero dizer que é apenas uma outra forma de ser e estar no mundo!
Porque caso não, todos nós somos deficientes, pois cada ser humano tem a sua própria filosofia da vida, e esse facto faz de cada ser, único!

Por essas razões eu defendo que essa palavra seja “morta” no dicionário das nossas mentes, “por não possuir destinatário algum”. Continuar abrigando ela em nosso interior, será o mesmo que continuar cedendo espaço ao preconceito, e nesse caso, infelizmente a palavra terá proveito, pois estaremos assumindo o papel de um verdadeiro “Deficiente”.

PARTILHA COM A MALTA
Emerson David de A. Chiloveque, 24 anos de idade, nacionalidade moçambicana. Estuda Relações Internacionais e História, em Tula, Rússia. Assumiu-se escritor amador há 2 anos. Chil escreve contos, crónicas e artigos para jornais e blogs. Enamorado pela arte, Chil encontrou na escrita a paz que precisa para contribuir para o desenvolvimento e enriquecimento cultural da humanidade.

COMENTE PELO FACEBOOK