Autópsia de Robin Williams revelou não haver álcool nem drogas em seu...

Autópsia de Robin Williams revelou não haver álcool nem drogas em seu organismo

A autópsia realizada no actor Robin Williams revelam que o malogrado não tinha drogas nem álcool no organismo na altura do seu suicídio à 11 de Agosto do corrente ano.

Segundo o TMZ, a causa da morte do actor foi asfixia, devido ao enforcamento. Constatou-se também que Williams sofria de ansiedade e de Parkinson.

TMZ avançou ainda que na noite antes de se matar, o comediante colocou vários relógios dentro de uma meia e deu-os a um desconhecido para os guardar. A publicação relata que, mesmo não existindo drogas no seu sistema, Williams tinha ingerido dois antidepressivos e muito café.

A esposa de Robin tinha dito às autoridades logo após a morte do actor, que ele vinha se queixado dos medicamentos e a forma como o faziam sentir.

Robin Williams, artista de 63 anos foi encontrado no seu quarto enforcado com um cinto. Williams também terá tentado cortar os pulsos com um canivete.