Davide Bamo: ‘Não sou um locutor, mas um comunicador apaixonado pelas letras’

Davide Bamo: ‘Não sou um locutor, mas um comunicador apaixonado pelas letras’

A equipe do MMO esteve em conversa com o apresentador de programas radiofónicos Davide Bamo para, entre papos sérios, descontrair um bocado, num bate-papo repleto de surpresas.

Início de Carreira e influências

Davide Bamo, hoje, locutor da Rádio Cidade, começou a sua carreira por influência de um amigo, e, em 2006, deu seus primeiros passos na Rádio Maria (rádio comunitária), trabalhando como redactor de conteúdos informativos para o programa Você e a Saúde, e “nunca na perspectiva de ser locutor”, porém, a grande paixão que tem em ‘fazer rádio’ se deve às influências do irmão Lázaro Bamo. Na rádio, Davide não apresentou nenhum programa.

David Bambo1

O primeiro programa

Após 4 anos trabalhando na Rádio Maria, isto é, em 2010, ele teve a oportunidade de entrar para o elenco da Rádio Cidade, onde, inicialmente, apresentou o programa Eco-estudantil, que “é uma escola para aprender a lidar com a área”, pois é um programa polivalente “dirigido aos jovens estudantes e [-] informativo”, no qual, por sua vez, o ‘sangue novo’ entretém, aprende, informa, e forma-se.

• Os valores e o aprendizado no programa Eco-estudantil

Para Davide, Eco-estudantil é um programa de inúmeras potencialidades básicas e inerentes à um comunicador, pelo que “o Eco foi, definitivamente, essa escola que me permitiu distinguir os papéis e poder fazer valer umas das missões de um comunicador…” E, este, para ele,

“…tem que estar preparado para se ambientar em qualquer ocasião… mas, mais do que essa abertura multi-disciplinar que o Eco tem, representa aquilo que é importante para qualquer apresentador e qualquer comunicador: todo o comunicador deve passar por uma redacção. O Eco-estudantil é isso.”

O maior embaraço durante a emissão de um programa

“Não precisa ser locutor para ter embaraços.”
Desde que passou a ‘dar a voz’, Davide sempre apresentou e gostou de apresentar programas em directo, e, quando se trata de embaraços, diz que cometeu muitas asneiras, sendo a mais marcante aquando de uma entrevista com uma activista sobejamente conhecida. O facto foi que

no cartaz vinha o nome dela, eu, por não estar familiarizado com o nome, por não conhecer a dimensão dela, eu perguntei [à entrevistada] o que era este evento? –  mencionando o [seu] nome. Ou seja, no cartaz aparece o Bamo e [o radialista pergunta-me]: o que é Davide Bamo? O que vai ser este evento Davide Bamo?”

Diante desse constrangimento para ambos, em ‘voz on’, a estratégia de desembaraço foi “um jogo de retórica”, enfim, manobras com a língua para soluccionar questões empíricas que advêm, quiçá, de um trabalho constante com ela (a língua) e o conhecimento dos contornos das suas profissões (redactor e apresentador), e não necessariamente de uma retórica de apontamentos de sala de aula.

Os programas que produz e emite

Actualmente, na Rádio Cidade, Davide cria todo o conceito de produção de conteúdos dos programas que apresenta e entre eles esta o programa Telas e Ritmos e o programa Dub Step. Estes são programas essencialmente culturais focalizados, em termos musicais, em ritmos muito específicos, sem, no entanto, deixar de tocar os populares e os merecedores de alguma apreciação. Todavia, retenha-se que o programa Dub Step é somente de Raggea.

As perspectivas enquanto comunicador

O nosso entrevistado, entre risos, disse que pretende aprimorar as habilidades que detém porque ainda é jovem e o caminho é longo. Diz ele: “eu não quero morrer assim, eu quero experimentar outros sabores.” Nisto, a sua principal pretensão é tornar-se jornalista político. E, para isso, vê alguns radialistas como boas referências, entre eles: João de Sousa; Leite Vasconcelos; Maria Judite; Isabel Archê; Élio Jonasse; Paulo Brito; Danny Ripanga; e Big Boss (estes dois últimos são apresentadores de programas de televisão – Ripanga).
Ele diz que para um aspirante à jornalista deve ter boas referências e saber sorver as melhores qualidades de cada um até torna-se numa referência. Assim, na base de uma miscelânea estratégica, Davide Bamo constrói sua personalidade e deixa sua marca na Rádio Cidade.

MMO