O bastão do “selfie”, uma nova febre das redes sociais

O bastão do “selfie”, uma nova febre das redes sociais

Os paus ou bastões de “selfie” foram eleitos uma das grandes inovações de 2014 pela revista norte-americana Time. A publicação destaca a criação de um novo mercado pelo acessório e a possibilidade de capturar imagens em um novo ângulo.

É indubitável a forma influente e estrondosa de que esta nova técnica de se auto-fotografar entrou na vida dos que amam fotografar. Hoje, é frequente ver, em quase todos os cantos, principalmente nas redes sociais, fotos captadas com auxílio deste equipamento tecnológico, o célebre pau de “selfie”.

Apesar de só ter virado “febre” em 2014, fazer “selfie” usando um bastão não é algo necessariamente novo. Uma foto tirada há 89 anos já mostra o uso do acessório pelo britânico Arnold Hogg. Na ocasião, ele fez um auto-retrato com sua mulher, Helen Hogg, logo após seu casamento. As informações são do “Daily Mail”.

A primeira imagem captada com auxílio de um bastão data de 1926 e foi descoberta por Alan Cleaver, neto de Arnold Hogg. Na foto, consta a expressão “self taken” (tirada por mim mesmo, em tradução livre) e a data do clique (Outubro de 1926). O registro dá pistas de que essa era uma forma relativamente comum de fotografar.

O conceituado dicionário Oxford, escolheu “selfie” como a palavra do ano de 2013, Segundo pesquisa realizada pelos editores da publicação, desde 2012, o uso da palavra aumentou 17.000%, número significativo.

O Instagram, mesmo sem constar da lista das 10 maiores redes sociais, é o principal responsável por essa nova onda. Segundo a ferramenta Statigram, a hashtag selfie já foi usada mais de 57 milhões de vezes na rede social.

Afinal, qual é a definição concreta do termo “selfie”…

OxfordDictionaries.com define o conceito selfie como “Uma fotografia feita de si mesmo, geralmente com um smartphone ou webcam e enviada para um site de mídia social”.

Advertisements