X

“Fast Furious 7” – Lota os Cinemas de Maputo e Matola

Foi estreado mundialmente ontem, o filme da saga “Velozes e Furiosos”. Já se esperava um numero significativo de presenças para o lançamento, mas os realizadores dizem que os Moçambicanos superaram a expectativa.

Uma vez que vivemos num país onde a pirataria actua de forma ampla, sem nenhuma intervenção judicial, nem sequer social. embora o fluxo de pessoas nos cinemas em Moçambique tem sido muito baixo, considera-se positiva a enchente que se registou este fim-de-semana, num país onde o salário mínimo gira em torno dos, três (3) mil Meticais.

Muitas pessoas presentes não conseguiram segurar as emoções quando Paul walker apareceu na tela, na pele do agente Brian O’Conner.

Walker perdeu a vida enquanto ainda rodavam as gravações do filme, tragédia que levou os realizadores a darem uma pausa, que levou meses.

Para ressuscitar “Walker”, o estúdio recorreu a imagens geradas por computador, uma tecnologia usada há mais de duas décadas no cinema.

Os realizadores garantem que a perda do Walker, atrasou a produção do filme e por uso de recursos tecnológicos gráficos, o custo do filme elevou-se para US$50 milhões.

Comments are closed.