X

“Kapulana Hip-Hop” marca semana da Mulher

Uma plateia a condizer com a qualidade dos cantores que subiram ao palco, foi o que se viu no Centro Cultural Franco-Moçambicano, no show inserido no “Kapulana Hip-Hop”, alusivo a Semana da Mulher.

A sala grande do Franco-Moçambicano foi sexta-feira última (6), palco que acolheu a rapper e jurista Iveth e As 7 Marias, num espectáculo memorável, que contou ainda com as actuações de Jutty, Rage, S.G, Gabriela, Miguel Xabindza e a poetisa Énia Lipanga.

Foi um espectáculo que prendeu os ouvidos dos espectadores e convidou os mesmos para passos de dança. As mãos no ar, pareciam peixes navegando no mar. Houve quem não resistiu e abandonou o seu lugar para mostrar que o ritmo hip-hop estava a entrar-lhe pelas veias e o melhor, seria dançar seguindo as batidas daquele ritmo musical.

Coube à cantora Jutty, abrir o espectáculo com um dos seus mais recentes temas, intitulado “Amei sozinha”. Seguiu-se a música “Vou te amar”, a qual dedicou aos amores de sua vida, em especial ao Pedro, sua alma gémea.

Depois de uma voz feminina, seguiram-se os rappers, muito ovacionados, Rage “O Incendiário” e S.G que, com mestria e cavalheirismo, impuseram sua masculinidade em palco, e sem surpresa levaram o público ao delírio com temas de intervenção social com um cunho rimático de se tirar o chapéu.

De seguida, Gabriela demonstrou o seu talento nato de encantar e puxar pelo público com o seu jeito intimista de se apresentar em palco, ao cantar dois temas do seu mais recente álbum intitulado “Acontece”.

Prometia-se já aqui uma noite de surpresas, como a entrada da rapper Iveth ao palco para delícia do público, que não esperava ver a estrela da noite trajada de um vestido feito de Kapulana, ao lado da banda As 7 Marias – primeira banda moçambicana composta só por mulheres.

Iveth começou por agradecer a presença do público tendo ainda, mencionado os nomes de Graça Sambo, Directora Executiva do Fórum Mulher, a cantora Elvira Viegas, e ao Director da Escola de comunicação e Artes, Dr. Nataniel Ngomane.

Ao lado das 7 Marias, Iveth logo na sua primeira música, levou os presentes ao delírio, dada a energia transmitida nos seus temas de abertura, fazendo uma incursão pelo seu álbum “O Convinte”.


Um dos momentos altos do show foi quando a rapper referenciada pela rouquidão de sua voz, junto de Miguel Xabindza, interpretou o tema “4 estações”, que foi muito aclamado pelo público que não se cansava de cantar em uníssono com os artistas.

Aliás, pode se afirmar que Miguel Xabindza, acompanhado pela sua guitarra, foi o “cara” da noite, julgando pela ovação e aplausos que este arrancou dos presentes, fazendo bom uso de sua inconfundível voz ao interpretar três temas de sua autoria.

Comments are closed.