X

Os hábitos alimentares mais estranhos do mundo

Viver comendo animais mortos na estrada

Jonathan McGowan tem 44 anos e uma saúde de ferro. O segredo dele? Uma alimentação baseada exclusivamente em carne de animais mortos nas estradas. Há 30 anos.

Muito interessado por ciências naturais e agricultura, McGowan tinha o hábito peculiar de dissecar animais mortos em toda parte por onde andava: peixes nas margens de rios, faisões baleados e todo tipo de animal atropelado nas rodovias. “Sempre que cortei animais assim, encontrei carne fresca, orgânica, melhor do que as que eu tinha visto nos super-mercados. Então, eu nunca vi um problema em cozinhá-los e comê-los. ”

Abusar de doces para emagrecer

O professor de nutrição Mark Haub, 41 anos, da Universidade Estadual do Kansas (EUA), quis provar, usando o próprio corpo como cobaia, que é possível emagrecer se alimentando de “besteiras”. O estudioso fez um regime polémico por dez semanas à base de bolinhos recheados, salgadinhos e biscoitos. O feito lhe rendeu 13 quilos a menos e uma diminuição nos níveis de colesterol ruins e aumento nos bons de 20%.

Comer apenas Pizza

Claire Simmons só come pizza há 33 anos, não porque ela quer mas por causa de uma doença chama síndrome da alimentação selectiva. Por causa disso, a pizza é a única coisa que para no estômago dela, se ela comer qualquer outra coisa ela vomita.

Para não engordar devido as calorias que uma pizza possui, Claire pratica muito exercício e ingere muita água.

Vício de Coca-Cola Diet

O britânico Darren Jones, de 38 anos, que bebe 42 litros de Coca-Coca diet por semana, fará um tratamento para tentar curar seu vício, segundo o jornal “Daily Mirror”.

Nos últimos dez anos, ele tomou diariamente duas garrafas de três litros. Jones começou a tomar refrigerante diet quando era adolescente, mas o hábito se tornou um vício.

Jones, que pesa mais de 220 quilos, disse que resolveu fazer o tratamento para salvar sua relação com sua  mulher, Paula Mullen, de 33 anos.

“Eu acredito que o que tenho é um vício real”, disse ele, que mora em Stockport, na região de Manchester.

Comer apenas nugget de frango e batata frita

Uma jovem da Inglaterra está passando por sérios problemas de saúde e preocupa os médicos e a família. Desde os 2 anos de idade ela só come nuggets de frango e batata frita. Após experimentar o “alimento”,  Stacey Irvine não quis comer mais nada e sua mãe foi deixando, sem lutar para mudar os hábitos da filha. 15 anos depois e anémica, a jovem corre risco de vida e tem dificuldade para experimentar outros tipos de alimentos.

“Eu gostei tanto que era a única coisa que eu queria comer. Eu simplesmente não conseguia nem pensar em experimentar outra coisa. Mamãe desistiu de me oferecer qualquer outra coisa há anos”, admitiu.

Este é um caso extremo, mas serve para que pensemos melhor sobre qual a responsabilidade dos pais sobre a saúde e boa alimentação dos filhos. Há pais que dão o que os filhos, ainda bebés, querem, só para “evitar o problema” de educá-los correctamente quanto à alimentação.

Comer apenas Big Mac

Fast-food consumida em excesso é algo extremamente não recomendado por nutricionistas e médicos – pode causar danos a saúde. Quanto a isso, Don Gorske não está nem aí. Ele acaba de completar a marca de 25 mil Big Macs consumidos durante sua vida. E, pelo menos até agora, está perfeitamente saudável.

Comer apenas Tic Tac

Natalie Cooper é o nome de uma menina de 17 anos que tem uma condição física misteriosa. Ela vomita tudo que engole. Atualmente ela se alimenta através de um tubo que é inserido em sua garganta onde uma fórmula especialmente desenvolvida oferece os nutrientes para que ela continue viva. O único alimento real que Natalie consegue  engolir são as balinhas Tic-Tac.

Emagrecer comendo apenas Feijão assado

Depois de ser avisado de que corria risco de ter câncer de intestino, Neil King, da Inglaterra, entrou em acção. Ele não adicionou frutas e verduras em sua dieta e nem passou a fazer exercícios. Em vez disso, ele começou a comer feijão, seis latas por dia, para ser exacta. Ele come com arroz no almoço e com batata no jantar. A “dieta” o ajudou a perder 63 quilos. Não há nada especial no feijão, excepto o fato dele ser pobre em gordura e rico em fibras. Sua perda de peso provavelmente veio do fato de que parou de tomar litros de cerveja e comer refeições que incluíam salsicha e bacon.

Ver Comentários (3)

Comments are closed.