Adelaide Anchia Amurane

Adelaide Anchia Amurane

Biografia de Adelaide Amurane

Adelaide Anchia Amurane ( Itoculo, 25 de Dezembro de 1960) é uma economista e política moçambicana. Ministra na Presidência para os Assuntos da Casa Civil, desde 19 Janeiro de 2015. Foi Ministra na Presidência para os Assuntos Parlamentares, Autárquicos e das Assembleias Provinciais, entre 2010 e 2014, e Vice-Ministra do Trabalho nos quinquénios 1994-1999 e 2000-2005.

Vida pessoal de Adelaide Amurane

Adelaide Amurane nasceu a 25 de dezembro de 1960, em Itoculo, distrito de Monapo, província de Nampula. Seu pai, Amurane Munca, era carpinteiro de profissão, entretanto dedicou-se mais à missão de sheik. Sua mãe, Fátima Malé, era doméstica. Adelaide Amurane é a última dos seis filhos de sua mãe e tem nove meio-irmãos.

É casada com Carlos Bernardo, foto jornalista do jornal Notícias. Tem três filhas: Amina, Zaina e Adelaide Matene, e três enteados Cacilda, Elsa e Edson. Professa a religião muçulmana e fala Emakhuwa, Português, Inglês tem noções de Francês e Espanhol. Nos tempos livres gosta de ler e escutar música.

Educação da Adelaide Amurane

Estudou na Escola Primária do Rio Monapo até concluir o nível primário no ano de 1971. Transferida para Nampula, frequentou a Escola Comercial e Industrial de Nampula e concluiu o nível básico em 1977. Em 1978, passou a viver na Cidade de Maputo, onde fez o ensino Propedêutico de Letras na Universidade Eduardo Mondlane (UEM) até 1979. Em 1980, entrou para a UEM e obteve o bacharelato em Economia, em 1983. Mais tarde obteve licenciatura em Gestão pela mesma universidade, em 1992. Posteriormente, ingressou no então Instituto Superior Politécnico e Universitário (ISPU), actual Universidade Politécnica, onde obteve o Certificado de Pós-Graduação em 2002.

Carreira Profissional de Adelaide Amurane

Carreira Profissional de Adelaide Amurane

Economista de profissão, no âmbito da colocação planificada de quadros, foi afecta, entre 1983 e 1987, ao Ministério da Agricultura, tendo sido Directora do Gabinete Central do Projecto dos “120 Mil Hectares” do Ministério da Agricultura. Este projecto da cooperação entre Moçambique e Alemanha estava baseado nas províncias de Manica (80.000 ha), Niassa (20.000 ha) e Zambézia (20.000 ha), e visava a produção de cereais para o País.  Com o recrudescimento da guerra dos 16 anos, alguns quadros alemães foram assassinados e o projecto passou para a gestão de nacionais sendo apenas assistido, a partir de Maputo, por alemães.

Em 1987, Adelaide Amurane passou para o Ministério da Informação, onde, até 1990, foi Chefe do Departamento de Distribuição do Instituto Nacional de Cinema.

Não se sentindo profissionalmente realizada em 1990, transferiuse para o Ministério do Trabalho, onde, em 1991, trabalhou no Gabinete de Promoção de Emprego (GPE), como Chefe do Projecto de Apoio das Micro e Pequenas Empresas uma das componentes do PRU, tendo sido nomeada para Directora desse gabinete, de 1992 até 1994, altura em que foi nomeada Vice-Ministra do Trabalho no quinquénio 1994-1999. Enquanto directora do GPE, foi membro do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Industria Local (IDIL), de 1992 a 1994. Adelaide Amurane tem participado em conferências sobre o Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas

É membro do Partido FRELIMO, pelo qual foi deputada da  Assembleia da República, entre 2005 e 2009. Nessa legislatura, foi membro da Comissão do Plano e Orçamento, onde era Presidente substituta da Comissão. De 2005 a 2009, desempenhou também as funções de assessora da Esposa do Presidente da República. De 2007 a 2008, foi Chefe Adjunta do Sector de Administração e Finanças do Partido FRELIMO. Desde setembro de 2012, é membro do Comité Central.

Adelaide Amurane é membro da Organização da Mulher Moçambicana (OMM) e da Associação Moçambicana de Economistas (AMECON).

Foi também membro da Associação das Donas de Casa (ADOCA) e Vice-Presidente da Associação para o Desenvolvimento da província de Nampula (ASSANA).

Advertisements

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here