Carlos Bonete Martinho

Carlos Bonete Martinho

Carlos Bonete Martinho (Maputo, 25 de Setembro de 196) é um engenheiro e político moçambicano. Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, desde 19 de Janeiro de 2015.

Vida pessoal de Carlos Bonete

Nasceu a 25 de Setembro de 1962, na cidade de Maputo, província do mesmo nome. É filho de Bonete Martinho, falecido, e de Nhabinda Jacob, doméstica.

É casado e pai de três filhos. Fala Cicopi, Xirhonga, Português e Inglês.Praticante de desporto com destaque para modalidades de bola. Gosta de música, televisão (programas desportivos), leitura e convívios. Professa a religião cristão, na Igreja Católica.

Educação de Carlos Bonete

Seus estudos, até à licenciatura, foram feitos na cidade de Maputo, tendo iniciado a formação na Escola Primária do Bairro Indígena, onde concluiu o nível primário, em 1972. Prosseguiu os estudos no Liceu General Machado, onde concluiu o ciclo preparatório, em 1975. Em 1978, concluiu o ensino técnico na Escola Industrial 1° de maio, em Maputo. Mais tarde, ingressou na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), onde obteve o grau de licenciatura em Engenharia Civil, em 1984.

Carreira Profissional de Carlos Bonete

Carreira Profissional de Carlos Bonete

Engenheiro civil de profissão, Carlos Bonete Martinho começou a sua carreira profissional em 1982, como Assistente da disciplina de Mecânica de Construções na UEM. Em 1985 ingressou na Direcção Nacional de Águas, sendo destacado para a Barragem de Corumana, distrito de Moamba, iniciando-se como Fiscal de Obras, entre 1985 e 1988. Foi Director de Projecto da construção da Barragem de Corumana, de 1988 a 1990. De seguida, assumiu o cargo de Director da Unidade de Direcção dos Aproveitamentos Hidráulicos (UDAH) em Maputo, de 1990 a 1993.

Durante este período, participou na concepção da Lei de Águas e, por força desta, iniciou e concluiu a transformação da UDAH na primeira Administração Regional de Águas, a ARA-Sul. De 1994 a 1996, participou no Estudo de Viabilidade de Reabilitação da Barragem de Massingir e na prospecção de financiamento para o efeito.

Em 1997, concorre e com sucesso passa a assumir o cargo de Director do Projecto de Reabilitação da Barragem de Massingir, que incluia a componente agrícola do Regadio do Baixo Limpopo, cargo em que permaneceu até 2009. Neste ano, concorreu a Coordenador do Projecto de Reabilitação da Barragem de Nacala, onde após vinculação, participou nos estudos de viabilidade, concepção de projecto e sua materialização, até 2013.

Findo o projecto de Nacala, é reintegrado nos quadros da Direcção Nacional de Águas, Departamento de Obras Hidráulicas, onde passou a colaborar na construção da Barragem de Gorongosa e nos processos que conduziram ao início da construção da Barragem de Metuchira, ambas na província de Sofala. Para além de participar com frequência em vários eventos da Comissão Internacional de Grandes Barragens (ICOLD), também possui publicações naquele órgão.

Foi um dos impulsionadores e membro fundador da Comissão Moçambicana de Barragens, que se estabeleceu em 2010, altura em que Moçambique passou também a ser membro efectivo do ICOLD, representando Moçambique naquele organismo internacional. O Engenheiro Carlos Bonete Martinho preside a CMB desde a sua criação. É membro da Ordem dos Engenheiros de Moçambique, tendo também participado no seu estabelecimento e é sócio da Aquashare.

Pelo seu brio profissional, recebeu vários Diplomas de Honra pelo Ministério das Obras Públicas e Habitação (MOPH), pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e pela United States Army Corp of Engineers-USACE. Ainda pelo BAD, participou no Painel de Especialistas na revisão ao programa de investimento em gestão da água para Agricultura na África Sub-Sahariana. Carlos Bonete Martinho é membro do Partido FRELIMO.

Advertisements

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here