Moçambique Resposta de Castel-Branco aos comentários à sua carta para Guebuza

Resposta de Castel-Branco aos comentários à sua carta para Guebuza

COMPARTILHE

Professor Carlos Nuno Castel-Branco respondeu as criticas de que tem sido algo após o exercício da liberdade de expressão e de cidadania. Eis a resposta:

Interessante. Não foi Khadafi que chamou “ratos” a todos os críticos dele, independentemente da natureza da crítica? As cartas em “resposta” a minha têm algumas características comuns.

Primeiro, deturpam os assuntos e evitam discutir o que discuti. A minha carta não era sobre raptos ou sobre guerra, era sobre governação. Falei dos raptos e da guerra, no contexto de falar do discurso político, da intolerância, das opções económicas e sociais, do tratamento dado ao pensamento independente em Moçambique, do racismo, do abandono da parte mais nobre dos ideiais socialistas e igualitários da Frelimo, etc. Portanto, limitar a critica à discussão dos raptos é evitar discutir o que eu discuti.

Segundo, todas acusam-me de estar no lado errado da guerra em Moçambique. Isto é estranho porque o PR disse que não há guerra. Então, não posso estar no lado errado de uma coisa que não existe. Além disso, numa guerra desta natureza, qual é o lado certo? Eu penso que o único lado certo é a paz, e não a guerra. Eu estou no lado da paz. A paz é mais importante do que estar certo ou errado. Se crítico o PR e o seu governo não é porque não saiba que a Renamo está armada e não devia estar, e que faz ataques e provoca mortes. Mas porque é que isto acontece 21 anos depois de termunada a guerra? Porque é que a Renamo não foi desarmada e os seus homens devidamente enquadrados na sociedade? Quando assinamos o acorso de paz, não sabíamos com quem eatavamos a assinar? Não conhecíamos a génese e o modo de vida da Renamo? Assinámos a paz porque aceitámos a reconciliação e integração da Renamo na vida normal da sociedade. Na maior parte doa casos, conseguimos isso. Mas ficou sempre o espectro da intolerância, que se agravou na época de governação de Guebuza. Todos os que não são Frelimo são tratados de maneira diferente. Os que são Renamo são tratados como inimigo. Os MDM são tratados como filho do inimigo. Como é que isto não vai atiçar ânimos, particularmente de alguém com génese belicista? Não estaremos nós a provocar a Renamo para haver uma reacção belicista que justifique a intervenção militar? Se Guebuza ama tanto a paz, porque opta peloa caminhos da guerra? Será que quer ficar na história como o homem que matou Dhlakama, acabou com a Renamo e reintroduziu o monopartidarismo? Era preferivel ficar na história como o homem que manteve a paz, acabou com as ameaças militares por via da inclusão politica, social e económica, e alimentou as esperanças de todos oa moçambicanos, não apenas da elite politica e económica. Quem governa este país é o governo. Quem é o principal responsável pela paz e guerra e segurança é o governo. Todos têm que contribuir, mas ninguém pode substituir o governo.

Terceiro, todas comparam Moçambique com os piores do Mundo no que diz respeito a crimes particulares – nos EUA também há fraude eleitoral, no México há mais raptos, em Angola os críticos são presos, no Quénia há lutas tribais. Etc. Qual é a auto estima envolvida neataa comparações? Porque não nos comparamos com a Noruega, que usa as receitas do petróleo e gas para desenvolvimento inclusivo? Ou com o Vitname, onde o crescimento económico é três vezes mais eficaz que o nosso a reduzir pobreza? Como é possivel que um cidadão moçambicano possa dizer que raptos são coisas normais. Daqui a nada pobreza, desigualdade, corrupção, empobrecimento, guerra sem sentido, engomar pessoas, crianças de rua, educação de má qualidade, transporte público em carrinha aberta, sistema se saúde letal, justiça inoperante, apropriação privada do que é público, tudo isso também vai ficar normal, aceitável, porque existe em outros países.

Quarto, todas as cartas questionam a cidadania de quem critica – de quem esteve nas manifestações, de quem não aplaude o líder incontestável, ou a gloriosa Frelimo. Não há maior cidadania do que lutar contra a tirania. Cidadãos somos todos, não é só o que aplaude a banda que passa. Cidadãos conscientes e activos são os que lutam. E esse coisa de sempre dizer que os que pensam independentemente, os que lutam por igualdade, solidariedade, contra o racismo, os que não aceitam o que acham estar mal, etc., são agentes de dorcas externas não é boa politica. Pensem – será que vocês estão a argumentar que moçambicanos de gema não pensam, logo os que pensam não o são? Será que estão a argumentar que quem não aplaude a grande espectáculo não é moçambicano? Será que os vendedores do bazar que mandaram o Paunde ir dar uma volta não são moçambicanos? Cada vez que vocês dizem que os que se erguem são agentea externos, estão a passar um atestado de imbecilidade ao povo maravilhoso. Povo maravilhoso é o que quer uma guerra sem quartel contra a pobreza, a fome, a desigualdade, a injustiça, contra a guerra e contra a insegurança, contra os maus serviços sociais públicos, contra a má governação e contra a incontestabilidade dos queridos líderes. Esse povo maravilhoso nao quer uma nova guerra civil nem quer ficar nas estatisticas mundiais dos países com mais raptos e crimes.

Quinto, sou acusado de ter publicado a carta na imprensa e a ter circulado na net. De facto, não fiz nada disso. Fiz um post no timeline do meu facebook. Esse post circulou a uma velocidade tremenda e foi parar à imprensa. Primeiro foi o media fax e depois o canal. Vocês já se perguntaram porque foi a circulação tão rápida. Eu ponho uma dezena de posts diários no meu facebook, alguns mais interessantes que essa carta. Porque foi o seu impacto tão rápido e grande, ponto de receber destaque no notícias, público, etc? Uma faísca pode incendiar a pradaria, como dizia Mao TseTung, mas só o faz se a pradaria estiver tão seca que possa arder com facilidade. Já pensaram nisso, porque teve este post tanta circulação e impacto? Ou também foi mão externa?

Sexto, podem criticar o tom da minha carta e o estilo. Todas as criticas me ajudam a fazer melhor. Eu próprio sou acérrimo critico de mim e da minha escrita, e isso ajuda-me a melhorar. Eu próprio não gosto tanto do eatilo da minha carta. A próxima carta vai ser melhor, mas será sobre os mesmos assuntos, com a mesma paixão. Melhor significa maia poderosa.

Profile photo of Convidado
Este artigo foi enviado por um leitor do Moz Maníacos. O seu conteúdo não da nossa responsabilidade.

COMENTE PELO FACEBOOK

107 COMENTÁRIOS

  1. Lamento bastante que há Moçambicanos que mesmo sentindo na pele as amarguras desse Governo tentam camuflar ou fingir que nada acontece, pior corrompem suas opiniões na esperança de um dia serem puxados para o lado da tirania, pois por causa desses hoje vivemos nesta situação o nosso Governo não aceita criticas, não quer melhorar, quer perpetuar se como tiranos. Alguém provoca guerra e ainda da as caras na impressa todo de cara lavada como vitima e ainda não aceita receber criticas por isso?
    pobreza, desnutrição, corrupção, ma governação tudo isso e não se aceita criticas?
    Nossos Governantes confunde o pais com sua propriedade por isso não aceitam criticas, ne reclamações…

    LAMENTÁVEL REPITO ME

  2. Historia de Mocambique ?… Quem são os melhores filhos de Mocambique ? os melhores assassinos Frelimo a senhora quis dizer? O povo inocente esta sujeito sofrer ou pagar a multa com a vida eh isso ? Que bichos insaciáveis são vocês?

  3. Eu tenho a certeza que um grupo de pessoas devem estar a passar os piores momentos da historia desde a a criação do seu Império, porque nunca tinham sido criticados antes como estão sendo nesse mandato. Mas, a verdade eh que, as coisas estão fora dos eixos nesse pais, talvez a quem pense que Moçambique foi conquistado por um grupo de pessoas, e as mesmas podem fazer o que bem entenderem com o povo. Acharam mal, agora estão a ver que as coisas estão a ficar feias! O estagio actual do pais não eh dos melhores quase em todos os sectores, isto deve-se a falta de vontade desses nossos políticos de governar como deve ser. Eu sei que problemas existem em todos os países do mundo, mas para nosso caso, os problemas só tendem aumentar a cada ano que passa parece que cada um acorda e governa sozinho o pais. Acho que eh a hora de certos governantes porem a mão na consciência e mudarem as coisas de uma vez por todas!
    Por fim, concordo plenamente com essa defesa do Dr. Nuno Castel-Branco, pelas palavras sabias e visionarias que teceu.

  4. Dr. a sua voz e o grito dos mocambicanos sem voz, e sabido por todos k os tiranos nao se sentem avontade com a democracia, todas as suas criticas sao reais. Eu sempre me questiono porque da desegualdade extrema, a pobreza, a inseguranca e outras perguntas sem resposta.

  5. Quem luta pelo bem comum, na historia da humanidade sempre os minoritários descartam as suas atenções.
    Moçambique e’ para todos os moçambicanos.

  6. Sinceramente pessoal eu nao vejo nenhum erro na carta de Castelo Branco, somente disse a verdade. sim e a verdade. Me recordo do sagrado livro a Biblia Sagrada, as palavras do Mestre quando dizia CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARA- Joao 8.32. Forca estamos a par da situacao. Ainda vamos escrever. Isto nao e Angola

  7. DIRCE SANTOS,tens razao a pensar assim, se calhar nunca teve sonho de viver num pais com baixos indices de corrupcao, onde os governantes respeitam os governados, onde o povo tem livre opiniao, onde a justica é igual para todos, onde a policia nao é marionetada pelo partido, onde o partido, governo, orgaos de soberania e o Estado sao heterogenios, onde pessoas como tu e teu presidente deviam ter vergonha na cara, onde existe profissionalismo e nao o Lambibotismo.

  8. boa castelo temos q acabar cm esta preguiça q incumbiram nos moçambicanos,esperanças prometidas q nunca vemos s realizar,moçambique ja esta a deriva depois da morte de samora machel.,vamos acordar moçambique tu nao mereces seres sacrificada tao jovem q es mereces carinho amor e paz obrigado castelo continua assim.

  9. A muitos que não aceitam que o povo moçambicano já não e o mesmo, e que a mentalidade não e uma coisa estática. eis o motivo de uma resposta imbecil que nunca esperaria do Mavie. A isto chama-se lamber botas pornograficamente.

  10. concordo plenamente consigo Dr. aqui em mocambique existe gente que advoga grandes corruptos, sem vergonha de mostrar a sua propria auto-revelacao de lambebota… nao sou perito na materia politica, mas isso nao me impede de lamentar a coragem deste homem que critica um homem que, como a dra Alice, é uma voz viva do povo mocambicano e dos cidadaios atentos… bem haja

    • Eu advogo que o CARLOS CASTELO BRANCO, deve ser julgado e punido pelos seus actos que insita a violência no nosso país. Sabemos que o castelo branco , jorge rebelo e outros têm saudades do colonialismo, pois queriam estar nas hastes da governação e como não lhes foi dado, aproveitam-se dos fracos ditos estudiosos do grupo da Alice Mabota para perpetuar actos de violencia e de falta de respeito com as nossas instituições. FORA CASTELO BRANCO

      • Em nenhum momento me pareceu que o Professor Doutor Castelo-Branco faltou respeito a alguma instituicao e a insitar a violencia. Mas sim, ele critica a governacao como deveriam fazer todos cidadaos… Até o Obamo e severamente criticado. A violencia é muitos casos e consequencia de mal estar social, elimine-se as verdadeiras causas qualquer tipos de violencia será controlada. Nao sei de onde vem a ideia de que as instituicoes publicas nao podem ser o seu desempenho criticado em publico.

      • ola Dirce santos, não precisa estudar mui para ver e entender algumas coisas…olha seu país, a governação para os seus compatriotas …

        Não perca tempo a dicutir nomes, dicuti ideias….

        Bom dia

  11. Assim como no tempo colonial houve a falsa ideia de que o inimigo era o estrangeiro quando na verdade havia os vendidos ( que eram contra seu próprio povo e ajudavam na subjugação do mesmo ), tal ainda se oserva hoje. Há gente que, ainda, que traz esse discurso. A diferença é que hoje, apesar da insistente e persistente existência dessa raça de víboras ( frelimistas cegos ), o povo é um pouco mais esclarecido e sabe que o pior inimigo é o próprio irmão. De tolo, o povo moçambicano já nada tem. Eu e milhares de moçambicanos apoiamos a sua posição Dr. Estamos e pensamos da mesma maeira e do mesmo modo. CONTINUE COMBATIVO E INTERVENTIVO COMO SEMPRE FOI….

  12. Sra. Idalina quando eh que essa dívida do povo, com o seu partido vai acabar? Quanto é? Onde andam as pessoas inteligentes da frelimo?

  13. Vamos fazer todos um pouco de exercício de reponsabilidade e se começamos buscar inimigos fitícios de quêm é mais Moçambicano ke otro estaremos perdendo a batalha Democratica (porke não apredemos e tratemos de informar, dizer, levar a cada um onde estiver a seguinte frase) “DEMOCRACIA É IGUALDADE PARA TODOS E PREVILÉGIO PARA NINGUÉM” .
    Ao pessoal da mihna geração;
    Muita UNIDADE
    Muito TRABALHO
    Muita VIGILANCIA

  14. Eu ainda não reconheço que caracter tem esse senhor Gubuza, que se alegra com o povo Maravilhoso como ele mesmo disse com o sofrimento, fome, ataques em massa por todo o pais. Eu gostaria saber que entusiasmo tem com o nosso sofrimento, elel faz e desfaz mas povo mesmo assim se contenta com a miséria mas ele não sossega ate quer ver o derramar dos sangue do maravilhoso povo que lhe assisti a fazer malandrice dele e mesmo assim havendo engraxa-botas por cima disto tudo, poxa nunca vi dirigentes de merda como moçambicanos, pobres que somos mas geramos mais guerra para piorar afundar alem de pensar em mudar a estratégia de como mudar o pais lutam para arruinar o povo,voces são mesmo piladras e corruptos

  15. Dear Idalina…I can understand your position…your husband is member of Frelimo but you have to try to see the big picture-the Mozambican People…you belong to the so called:the privileged minority…You a smart lady,do not allow your brain to be washed and do not think through emotions …Mozambique for 38 years is been ruled by one Party and the same people…Sure,you and your husband have been travelling and working in so called Mozambican Embassies around the World ….Open your eyes and see the poverty of Mozambican People…Carlos Nuno is more Frelimo than you…He is older than you…He has more studies than you…He has more experience in life than you..He suffered for Mozambique more than you…He has nothing against Frelimo or against Guebuza but he is saying the facts and the truth….Frelimo as a Party is a Party of Quangos….My dear Idalina,think for the people and not for Frelimo…Is not only Frelimo who brought the Independence in Mozambique…But the MoZambican People ….Stop on seeing Frelimo as a God….Take care,my regards to your husband…By the way,you have nice kids…Plse loose some weight (joking)

  16. Grande Castel-Branco. o instinto de cidadania real é para verdadeiros homens. O G40 pensa k o povo anda adormecido. Académicos antes k nutriam nossa admiração hoje n passam de verdadeiros ESCOVEIROSSSSSSSSSSSSSSSSS de 5aaaaaaaaaaaaa categoria, tais como Boene, Jauna e tantos outros merecem nota nula, ou seja zero!

  17. Bravo Sr Castelo-Branco mocambique presisa gente com atitude, gente k penssa no mocanbique no seu todo e k carega os anseios do povo, e nao um punhado de gente k ve o grito do povo como sempre algo normal, pork estamos na conjuntura global , isso é nao ker ouvir quando pode ouvir é nao kerer ver quando pode ver. diz um ditado :NAO SE PODE TRAVAR A FORCA DO VENTO COM AS MAOS.

  18. isso e que se diz pensar, boa tarde continuemos assim como quando estamos prestes a perecer somos aconselhados a beber um vinho para que desfalce e nao se lembre mais iremos pedoar pelos males causados por eles digo a comitiva como falam eles desde que saiam por bem enquanto cedo mesmo como referiu o professor penso que fo boa palmada dimba junior 5 kutete

  19. dona Idalina Paulo Se realmente perdeu, deve ter mesmo sentimento que maior parte de Moçambicanos que estão a viver esses momentos de Incerteza. Mesmo sem saber direito quem é o culpado ou como ultrapassar. Felicidades pra família e bom desempenho no trabalho…..

  20. E extremamente abusivo, quando um individuo fala mal do PR, Mocambicano genuino e democraticamente eleito. Seguramente, esse Castelo Branco e mocambicano com nacionalidade adquerida de forma administrativa. DEVIA SER CORRIDO DO NOSSO PAIS.

  21. Continua grande homem, essa é a postura de moçambicanos que queremos. As criticas só podem vir de um individuo munido de escovas para polir botas que são usadas para pisar o moçambicano e todos sabemos.

  22. "Se crítico o PR e o seu governo não é porque não saiba que a Renamo está armada e não devia estar, e que faz ataques e provoca mortes. Mas porque é que isto acontece 21 anos depois de terminada a guerra? Porque é que a Renamo não foi desarmada e os seus homens devidamente enquadrados na sociedade? "

    hehehe não sou Frelimista, Guebuzista nem algo do género mas acho que essas perguntas/criticas devias fazer também ao Ex-PR pois ate onde sei Guebuza não governa o pais a 21 anos.

    ……….Não tiremos a Frelimo do PODER mas sim tiremos o PODER das mãos da Frelimo que eles entram nos eixos ……..tenho dito

  23. A verdade tem de ser dita!!! Eis o sinais dos tempos, Castel-Branco esta na adianteira face as verdades deste belo e agora critico Mocambique por motivos claros. Mocambicano nao gosta das verdades por isso facamos que mude de baixo para cima e de cima para baixo dessa/e actitude/comportamento. Forca…Grande abraco de Nampula prof. Castel-Branco

  24. E' muito bom ver academicos colocando seus pontos de vistas a merce do povo, por mim todos teem livre arbitrio de darem seus pontos de vista, que cada um tire suas ilacoes positivas/negativas o importante e' fazer saber o que lhe vai na mente e ajudar aqueles que provavelmente estao alheios a certos assuntos da patria amadense. Gostei da carta dos 2, forca e tragam mais saberes.

  25. Diretora de Operacoes, é ridiculo pensar e advocar que por ter estudado a "graças ap sangue derramado pelos melhores filhos de Moçambique"na sua opiniao é prerrogativa para nao pensar o contrario. Se esteve atento, ate o Mucumbi e Pachinuapa que tambem lutaram com o seu paniguado criticaram no

  26. Caro Sr. Djabru Do Rosario, perdi muita gente proxima durante a guerra de destabilizacao! Eu e mais compatriotas sentimos a ausencia dos nossos companheiros durante esse periodo… Lamento que "meu comentario ao Sr.Carlos Nuno!… esteja a ser DISTORCIDO!… Enfim!!..

    • Idalina,
      Voce perdeu a oportunidade de ficar calada. Veja as estatisticas dos comentários e pergunte-te a si se todos estão errados e so voce é que esta certa. Cale-se quando acha que vai dizer besteiras

  27. podem crer que Armando Gubuza desde na era do machel ja tinha muita cede e ambicao de governa e nao sera hoje que vai sair de poder. mocambicanos saibam que todas estas manobras de gueras e deseorde total no pais tem explicao: nao havera eleicoes em mocambique e consequentimente Gubuza nao saira de poder, a sede de governar ainda nao acabou. nao se esquecam que samora ja profetisou esse president” o ambicioso e capaz de tudo mesmo de vender a patria aos estrangeiros”. eu apelaria a Renamo a nao empedir as eleicoes porque este e o objectivo do PR. logo que a R enamo disse que nao permitiria com que houvesse eleicoes em o moc. o PR gahou o campo. por isso Renao parem com disparos nos queros escolher no proximo ano um presidente que ira nos governar de verdade.

  28. Devo concordar com todas as palavras ditas e fico triste com a senhora que estava a defender esse governo desgovernado e sem saber o que fazer. Neste caso mais vale ficar calada do que fazer coco pela boca pos este não é lugar para tirar merda mas sim para outras coisas que todos sabemos. Será possível ainda existirem pessoas a defender tanto esse governo?

    So podem ser lambe botas a sério pos mesmo um cego consegui entender o que esta a acontecer no pais da marrabenta. Para ver que este governo esta desgovernado, vejamos o seguinte: foram comprados aviões de guerra, Navios de guerra e muito armamento. A questão é qual é a razão? Porque não levaram estes valores para construir e reabilitar mais estradas, pontes, escolas etc e por fim deviam aumentar o salario de pessoas que trabalham honestamente tas como Policias, pessoal da saúde, professores, pagar madjermanas, homens reformados da SISE. Sabem quantos milhões de dolares gastaram? O Bispo do lebombos diz que com 1% do valor so das armas dava para acabar com a malária, vejam o que é isto meus irmão para depois sairem nos midias a dizer que não temos dinheiro. Estou bem agastado com esses governantes e o mal é que muitos deles deixam de dizer as verdades para a pessoa certa mesmo que não queira ouvir e demitirem-se para mostrar que estão com o povo.

    Ainda acredito k eles estão sem saber o que fazer e o mal é que são intolerantes e não querem ouvir opinião de ninguém e querem tomar decisões de um país como se estivesse a tomar alguma decisão em casa.

    Sabem dizer porque o Ivo Garido, o ex Ministro da Saúde foi mandado embora? Porque a Cunhada do Chefe de estado queria fazer e desfazer no ministério da Saúde e o ex não permitiu.Será que é motivo para exonerar? Estamos lixados

  29. Idalina deve ter suas razões pessoais ou profissionais. Mas agora estamos preocupados com Homens, Mulheres e Crianças que dormem (em Gorongosa, ou….) sem saber se no dia seguinte a vida continua ou será última noite juntos. Com nossos irmão da FADEMO, Civis ou.. que com muita dor tão a deixar irmãos, esposas, filhos, etc. Se um dia perder alguém próximo por causa desta instabilidade dará razão ao Prof. Castelo. Talvez já tarde.

  30. Atitude dos fracos e fracassados é de Sempre comparar-se com os piores…. Não sei onde vamos com esse tipo de pessoas. Fiquem atentos pois há muitos Moçambicanos magoados, já não dá pra tapar o sol pela peneira. O sol ficou tão quente que acabou queimando peneira..

  31. carreguem iradiem essa organizacao danoza esse mal para o povo lutem nao baixem os bracos corrao com eles e investiguem nacionalisem o que lhes e indevido esses tinhosos

  32. Nao é preciso ter Garras, Migs ou armas de grande porte para vencer o inimigo. Mas sim a coragem e perseveranca. Para quem opta pela Paz qual é o motivo de fazer grandes importacoes de armas de Guerra? É com a Paz que se constroi o futuro melhor. Paz em Moz

  33. provavelmente a senhora tambem e uma das que come a conta do povo moçambicano, nada tenho contra a frelimo, mas em democracia nada deve ser imposto pela força das armas , mas sim pelo dialgo, mesmo que nao se goste, e quem aceitou que a rename mantivesse as armas foi o governo da frelimo, para q assim sempre tenha um bode espiatorio para as seus abuzos do poder

  34. Os verdadeiros herois destacam-se e ñ se deixam intimidar… força dr. Carlos usa a tua intiligência ao serviço do povo sem ter receio dos tantos académicos k hj destacam-se como autenticos lambibotas. Pondo em causa a sua postura super corrumpida… good, good,good.

  35. Magnifico! O povo Mocambicano agradece, Sr Castel-Branco muita forca. Idalina Paula, acredito que o povo continua colonizado por estes libertadores do colonialismo portugues.. os libertadores viraram colonizadores dos seus irmaos Mocambicanos.

  36. Palavras sabias Phd Castel, se todos pensassem assim ja era este partido comunista que finge ser Democratico e inclusivo, as ideia do Sr. Presidente foram claras nas suas cartas.

  37. Porque sou Moçambicano de nascimento e de coração sendo de nacionalidade Portuguesa,sigo com toda a atenção e mágoa a Paz podre que sempre se viveu em Moçambique e que conduz inevitavelmente a não poder haver o desenvolvimento em todos os aspectos, que o Povo Moçambicano merece e que tanto dele necessita. Por vezes ao falar com amigos de longa data que optaram por permanecer em Moçambique fico por vezes confuso e admirado com o que me contam, mas principalmente da maneira como o fazem. Uns pintam-me Moçambique de cor de rosa com grandes e óptimas estradas, saúde, educação, abastecimento de água e electricidade etc tudo do melhor. Para esses não há carências de nada, só dizem haver necessidade de pequenos ajustes. Outros no entanto pintam Moçambique de cinzento escuro mas sempre por meias palavras e muito receosos dando sempre desculpas esfarrapadas. Em parte compreendo-os mesmo tendo já passado tantos anos da data da Independência. Digo-lhes muitas vezes que estão em Portugal, bem longe de Moçambique e a conversarem com um velho amigo do tempo dos calções, quando sinto que estão com receio de me contarem "coisas", não só referentes destes últimos e lamentáveis acontecimentos em Moçambique. Penso que o grande mal de Moçambique e de grande parte dos Moçambicanos, é de não assumirem as mil uma carências que ainda existem e tentarem unidos colmatar esses problemas. Assumirem que a verdadeira verdade e a sã governação não é exclusividade da Frelimo ou da Renamo, pois existem e existiram sempre, outras sensibilidades politicas e orientações económicas igualmente válidas. É urgente que a conciliação entre todos se consiga de modo duradouro e a tão ambicionada e necessária Paz venha para ficar

  38. pessoalmete gostei mais da resposta do que propriamente da carta.pareceu me mais intelectual e mais esclarecedora, a altura do castelo branco, embora, a carta igualmente aborde sobre a pura realidade de Mocambique.parabens caltelo Branco!

  39. Dona Idalina, se e directora da para perceber porque. Nao foi a Frelimo que nos ensinou a escrever, nem quem nos trouxe a liberdade de escrever. Antes do AGP, o Dr. Nuno C. Branco nao se atreveria a escrever e publicar uma carta com este teor [so se nao quisesse viver mais], porque o seu desaparecimento estava garantido…a Frelimo faz bem a pessoas como a sra. e nao a maioria dos mocambicanos. Bem haja Dr. N. Castelo Branco, que Deus lhe proteja dos que vivem do sofrimento e sangue dos outros: a Frel.

  40. Caro Sr Castelo Branco, ora vejamos oque esta na carta realmente merece um merito embora alguns compatriotas estejam cegos, mas chega de tapar os olho, a boca, o povo tem que saber a verdade e que governo nos temos, por isso juntos (Povo) sigamos o exemplo da senhora do bazar que teve a coragem e disse oque estava no peito dela, portanto a minha pesoa esta decepcionado com a governacao actual que nada faz para colmatar com os problemas de salario que os medicos , policia, professores etc tem enfim nao sou politico mas nao concordo com actual situacao em o Pais esta mergulhado. Tenho dito e muito obrigado. Viva sr Castelo

  41. dona Idalina Paulo se soubesses o que esse teu partido fez contra o povo mocambicano nao soltarias nem si quer um viva. se a Frelimo diz que ama o povo nao custa nada o senhor Guebuza ir ate ao encontro do lider da renamo para discutirem acerca da situacao do pais. Se luta pelo povo deixa o orgulho, arrongancia e vai a beira.

  42. Toda Critica é bem vinda, força Sr. Carlos Nuno, queremos a Paz , Justiça, igualdade de direitos, liberdade de espressão. Somos cidadãos e merecemos respeito, as coisas quando estão feias devemos criticar e nada de ficar calados, senão não haverá mudança. Não queremos favoritismo e lambebotismo.

  43. dera que todos nos que votamos no camarada presidente Armando Emílio Guebuza, para subir a ponta vermelha estamos errados ao ponto de tecermos essas criticas ou a sua governacao, camarada presidente, esta errada? toda aquela gente que compos a ulma marcha e' de oposicao? se o e' como a FRELIMO obteve resultados esmagadores nas ultimas eleicoes?

  44. Dá para ver que a Sra. Idalina Paulo apanha algumas moedas da Freli…+ é importante saber o q é certo, coma e limpe a boca…

  45. Continua assim estamos num estado democratico,o que esta mal e para falar nao para calar como muitos d nos,esta de parabens aquela senhora do mecado esprimiu o que vinha na alma,eles ja pensaram quantos mocambicanos estao como aquela senhora do mercado

  46. Estamos em um pais democrático, cada um tem direito a opinar não podemos ficar refêns das análises do auto-proclamado melhor analista politico de Africa, o sr Gustavo Mavie, pois é ele quem lidera a campanha contra o académico Castel Branco, olha eu não vejo a razão de tanto alarido cada um tem suas ideias, o Gustavo chega a chamar de rato! ao Castel…bom não sei se isto é que é ser bem educado!…deixem o Castel Branco em paz

  47. Caro Sr.Carlos Nuno! Li a sua carta aberta ao P.M., escreveu muito…., mas esqueceu-se de contar a verdadeira historia de Mocambique desde o Colonialismo Portugues ate a Independencia de Mocambique. Esqueceu-se de dizer que foi gracas ao sangue derramado pelos melhores filhos de Mocambique que o Sr.Carlos Nuno hoje consegue escrever tudo……e mais…..!!! Viva a Frelimo, Viva todos Combatentes Libertadores da Bela Patria Mocambique.

DEIXE UMA RESPOSTA