10 doenças comuns na gravidez

A gravidez é um momento no qual o corpo da mulher sofre diversas transformações. A produção hormonal é alterada drasticamente, o corpo começa a se transformar com o crescimento do bebé e essas tantas alterações podem afectar o sistema imunológico da mulher, deixando-a mais susceptível à “doenças oportunistas”. Essas doenças podem surgir e até mesmo se agravar durante esse período. Portanto, nesta fase o acompanhamento pré-natal é fundamental e a gestação. Veja a lista das doenças comuns na gravidez:

1. Asma

Asma é um problema pulmonar causado por obstrução das vias aéreas. Surge pelo aumento do volume uterino e as alterações metabólicas típicas da gestação modificam a fisiologia da respiração. Outros facilitadores são os refluxos e as infecções respiratórias relacionadas à queda da imunidade. A principal causa da exacerbação se dá por causa de alterações fisiológicas respiratórias que giram em torno de uma maior necessidade de aporte de oxigénio, causando hiperventilação.

2. Cistite/ Infecção Urinária

Cistite é uma inflamação na bexiga ou no trato urinário inferior que pode se transformar em uma infecção. Infecção urinária em si pode atingir todo o sistema urinário, dos rins à uretra. Ambas são bastante comuns na gravidez. A cistite/ infecção urinária ataca devido à diminuição da defesa do organismo, que está associada a uma flacidez da uretra. Essa flacidez propicia a ascensão das bactérias da região genital para a bexiga, desencadeando assim a cistite e a infecção. Esta surge porque a progesterona (hormónio predominante na gravidez) provoca uma dilatação das vias urinárias que impede a bexiga de se esvaziar completamente, favorecendo a infecção.

3. Anemia Ferropriva

Anemia Ferropriva é uma doença causa pela deficiência de ferro, que interfere na formação de hemoglobina, proteína do sangue responsável pelo transporte de oxigénio para as células. Isso porque durante a gravidez ocorre um crescimento do volume de líquido no corpo e o sangue acaba sendo “diluído”. “Há um aumento desproporcional do volume plasmático com relação à quantidade de elementos, como os glóbulos vermelhos, gerando a anemia”.

4. Diabetes Mellitus Gestacional

Diabete gestacional ocorre quando a mulher não é diabética, mas é diagnosticada com essa condição na gravidez. Isso ocorre porque na gestação há uma alta produção de vários hormónios e muitos deles prejudicam a acção da insulina nas células. O aumento da glicemia materna se caracteriza principalmente por uma resposta tardia da elevação da insulina, gerando uma hiperglicemia.

5. Toxoplasmose

Toxoplasmose é uma doença causada por protozoários que infectam a carne quando consumida crua, a doença na gravidez compromete o desenvolvimento do bebé, causando baixo peso ao nascer, má formação e sequelas cerebrais, oculares e auditivas. Também pode ser causada pelo contacto directo com as fezes de felinos.

6. Pré-eclampsia

A hipertensão gestacional pode causar uma série de doenças que atingem o feto e a gestante. A pré-eclâmpsia, é diagnosticada quando a pressão aferida é de 14/9 (140/90), associada à urina com perda de proteína. Pressão ainda mais alta, acima de 16/11 (160/110), e alterações nos exames de fígado, plaquetas e rins sinalizam um caso grave da doença, normalmente, relacionado a um pré-natal deficiente ou tardio. Normalmente a pré-eclâmpsia acontece a partir da alteração na placenta, que ocorre em torno da 20ª semana gestacional.

7. Distúrbios da Tireoide

Distúrbios da tireoide são alterações que afectam a glândula localizada na parte anterior do pescoço que produz os hormónios T3 e T4, regulando o crescimento, a digestão e o metabolismo. Toda grávida é susceptível a essa condição. Isso porque as dosagens dos hormónios tireoidianos mudam durante a gravidez.

8. Vulvovaginite

Vulvovaginite é um tipo de inflamação da parte externa do órgão genital feminino (chamada vulva). A vulvovaginite é a irritação da vulva e da vagina. São provocadas, principalmente, por diversos micro-organismos, que causam corrimento. Surge na gravidez devido à queda na imunidade da gestante, a cândida, que habitualmente vive no intestino e faz parte da flora vaginal normal, prolifera e passa para a vagina provocando a infecção.

9. Hemorróidas

As hemorróidas são vasos do recto que se romperam por causa da prisão de ventre e causam dor, coceira e sangramento anal. Elas surgem devido à força feita na hora de evacuar, mas também podem aparecer durante o trabalho de parto pelo mesmo motivo. É uma condição comum durante a gravidez e desaparece dias depois do parto. Mulheres gestantes estão mais expostas a doença, pois durante esse período aumenta a circulação sanguínea no corpo e dilatação das veias abaixo dos membros inferiores pela pressão do peso do útero.

10. Virose

A gravidez, com as variações hormonais, pode afectar a imunidade da mulher, deixando-a mais exposta a doenças oportunistas, como as diversas viroses existentes, provocando febre, vómitos, infecções, entre outros sintomas. É preciso ficar atenta a qualquer anormalidade, pois alguns vírus podem atingir o bebé por meio da corrente sanguínea, prejudicando o desenvolvimento da gestação. Viroses também podem causar desidratação, outro factor preocupante que pode prejudicar a saúde da mãe e da criança.