Candidíase Vaginal

Candidíase Vaginal

PARTILHA COM A MALTA


A Candidíase é também conhecida por Monoliase Vaginal, que é uma infecção ocasionada por fungo, o “Cândida ou Monília”, que causa um corrimento espesso, grumoso e esbranquiçado, acompanhada geralmente de irritação no local.

Para alguns especialistas, a candidíase não é uma doença sexualmente transmissível, pois pode ocorrer mesmo sem o contacto íntimo. O fungo pode estar na flora vaginal, assim, quando a resistência do organismo cai ou quando a resistência vaginal está baixa pode ocorrer a multiplicação do fungo e a manifestação dos sintomas.

Sintomas da Candidíase

Quando a mulher está com candidíase vaginal é normal apresentar:

  • Coceira intensa na vagina e parte externa da região genital
  • Pequenos grumos branco/ amarelados na vulva e interior da vagina, que também podem ser observados na roupa íntima
  • Ardor ao urinar
  • Dor durante o contacto íntimo
  • Vermelhidão e pele brilhosa na região externa da vagina
  • Pele da vagina com pequenas fissuras
  • Leve inchaço dos lábios vaginais (grandes lábios)

Além disso, pode surgir corrimento branco em pequena quantidade, tipo leite talhado com ou sem mau cheiro e, quando o ginecologista analisa o útero verifica placas brancas.

Causas da Candidíase

  • Antibióticos
  • Gravidez
  • Diabetes
  • Outras infecções (por exemplo, pelo vírus HIV)
  • Deficiência imunológica
  • Medicamentos como anticoncepcionais e corticoides
  • Relação sexual desprotegida com parceiro contaminado
  • Vestuário inadequado (roupas apertadas e roupas intimas molhadas; roupa de academia que aumentam a temperatura vaginal)
  • Duchas vaginais em excesso

Diagnóstico de Candidíase

O diagnóstico da candidíase é feito através do exame clínico com o médico, que irá avaliar os sintomas nos locais afectados do corpo, e através de exames laboratoriais que confirmam a presença do fungo na região.

Como tratar a Candidíase

A candidíase tem cura e o seu tratamento pode ser feito com pomadas ou remédios que eliminam os fungos que estão provocando essa doença, ajudando no alívio dos sintomas.

Para o tratamento são usadas pomadas como Candicort ou Fluconazol, que devem ser aplicadas 2 a 3 vezes por dia, entre 3 até 14 dias, de acordo com a indicação do médico ou em comprimidos.

COMENTE PELO FACEBOOK

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA