Textos Sobre a Beyonlizha James

Sobre a Beyonlizha James

COMPARTILHE

 Antes de mais nada, caros leitores, deixem-me salientar que isto não se trata dos trajes da ilustre, nada disso. Não é nisso que desejo me focar e, sinceramente falando, quanto menos pano a nossa mana trajar, para mim, é melhor! O meu lado perverso nunca foi por mim oculto. Não desejo de forma alguma promover a promiscuidade e grito a bom tom: “abaixo a massinguita, abaixo”! Mas um pouco dela também não faz mal… Deste modo, que não me atirem pedras os que defendem os trajes usados pela mana Lizha, no show do Yuri da Cunha, em Portugal.

Ainda estou em dúvida, será que o Show foi o que ela trajou ou, o que apresentou ( sonoramente )? Mas ok, pouco me interessa… Pois, caso eu queira ver ao programa “Fantasia”, só tenho de enviar um email ao Gilberto Mendes, solicitando umas tantas gravações do magnífico programa que “rodou” na TVM, lá pela década 90. Programa onde, os concorrentes, imitavam aos seus artistas, ídolos… Não sei se os caros leitores conseguem encontrar meu fio de pensamento, “imitação”, é isso que a Lizha James têm feito ultimamente!

Já há bons anos que venho acompanhando os passos da artista em questão e confesso, já me levantei para dançar, inúmeras vezes, sempre que a sua voz soou. A forma como ela se envolvia em si própria, em sua arte, era de se louvar. Uma artista de pulso firme, orgulhosa de si, com um “talento arrogante” que despertava o interesse de qualquer um … Era o que eu via nela! Mas, parece-me que, de uns tempos para cá, Lizha James perdeu o foco, perdeu a si própria. Hoje em dia, apenas vejo uma “cantora” que procura ser alguém que jamais poderá ser. Lizha J. vem se camuflando, sonhando em ser a Beyonce e, sinceramente falando, não sei de onde ela tirou essa ideia! Tenho analisado a sua prestação em seus videoclipes (sei lá se isto está certo), com muita calma… A forma como a ilustre atua, seus movimentos, a própria dança, fazem com que eu esqueça de si e, veja nela, a esposa do Jay Z, la da terra do Tio Sam. A “Beyoncenização” da nossa mana Lizha, tem estado a sobressair mais do que a sua própria voz (dizem, os meus “ouvidos”, que é o que vem acontecendo). Lizha James perdeu o foco de si própria !

Ha muito tempo que venho sonhando em ser artista, escritor e, farei de tudo para concretizar o meu sonho e dar alegrias ao meu povo. Estou ciente de que tenho de trabalhar ! Tive e tenho influencia de grandes artistas renomados, como Alan Paton, Jose Mauro Vasconcelos, Mia Couto, entre outros. Mas, nem por isso, jamais me deixei seduzir pelo canto da sereia, isto e’, a copia! Procuro a todo custo preservar a minha autenticidade, identidade. O Chil sera sempre o Chil, e o Mia Couto, simplesmente, e’ o Mia Couto. Dizem alguns que, a ilustre , procura atingir outros patamares, isto e’ , sobressair pelo mundo e nao somente em Mocambique ou em Africa, “really”? E para isso tem de se “Beyoncenificar”? Mia Couto possui varios livros publicados em mais de 22 paises e traduzidos em varias linguas, como o alemao, frances, ingles, castelhano, italiano… e por ai vai. Mas nem por isso o Mia precisou de “ser” Jorge Amado. Manteve a sua linha, o seu modo mocambicano de se expressar. Entao , esta fora de questao , defender que a Lizha vem se camuflando para atingir novos patamares, isso e’ um absurdo!

Mana, caso leias esta pobres linhas, te peco , encarecidamente, que tragas de volta a nossa “Rainha do Ragga”. Terei muito gosto em ve-la, ja ha bom tempo que me fugiu dos olhos, e estou a fartar-me da imagem ridicula que foi colocada em seu lugar. Recupere a sua atenticidade e , volte a dar alegrias a esse povo que tanto te ama. Sem mais nada a dizer sobre o assunto, despeco-me, e prometo que nao me darei ao trabalho de ver videos da ilustre, voluntariamente, enquanto esta palhacada nao terminar. 

Profile photo of Chil Emerson David
Emerson David de A. Chiloveque, 24 anos de idade, nacionalidade moçambicana. Estuda Relações Internacionais e História, em Tula, Rússia. Assumiu-se escritor amador há 2 anos. Chil escreve contos, crónicas e artigos para jornais e blogs. Enamorado pela arte, Chil encontrou na escrita a paz que precisa para contribuir para o desenvolvimento e enriquecimento cultural da humanidade.

COMENTE PELO FACEBOOK

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo plenamente contigo Chil eu amava ouvir as musicas da rainha do ragga e nao estou interessada nesta nova artista, um amigo simplesmnte criticou me o facto de eu ter dito num comentario numa rede social o vulgo facebook que eu exclamava mais uma vez ela estar pelada e logo de seguida ele contradisse falando que ela nao estava pelada mas sim que eu era antiquada e que vivo num mundo caricato r que ela estava vestida como artista e eu nao sabia o que significava arte so ele sabia pois para ele estava muito bom ela mostrando as pernas ou melhor dizendo o corpo fora. ficaria eu feliz em ver aquela Liza James cantando vestida a afro com as maminhas de cafur de coco com uma cerolinha bastante discreta dancando a tradicao da marabenta. desculpe me se ofendi os demais mas e a verdade e estou muito triste com isso. imensas desculpas mas eu quero a rainha do ragga de volta.

DEIXE UMA RESPOSTA