Estúdios vão lançar filmes em realidade virtual para o Oculus Rift

Estúdios vão lançar filmes em realidade virtual para o Oculus Rift

Lionsgate e Fox fecharam acordo com a Oculus VR, empresa comprada em 2014 pelo Facebook e responsável pelo famoso aparelho Oculus Rift, para lançar centenas de filmes em versões para dispositivos de realidade virtual.

O anúncio foi feito durante uma conferência em Hollywood, que contou com a presença do CEO Mark Zuckerberg. A ideia é iniciar um novo mercado com o Oculus Rift e com o Samsung Gear VR, principais aparelhos desenvolvidos pela empresa. Esse último, utiliza smartphone da nova geração para exibir imagens em 360 graus.

A Lionsgate ainda não revelou sua lista, mas a Fox vai disponibilizar longas como Alien – O Oitavo Passageiro, Duro De Matar, X-men: Dias De Um Futuro Esquecido, Birdman Ou A Inesperada Virtude Da Ignorância, Busca Implacável e Maze Runner: Correr Ou Morrer.

A ideia do estúdio é proporcionar aos usuários uma experiência similar à de uma tela gigante real para alguns de seus principais títulos. Além da possibilidade de interagir com outros usuários enquanto assistem suas produções favoritas. Por enquanto, nada de filmes em 360 graus.

Os títulos ficarão disponíveis na plataforma online Oculus Video, que permitirá compra e aluguer dos conteúdos enquanto o usuário navega por uma locadora virtual. “Em alguns anos, essa tecnologia vai sair das fantasias da ficção científica para uma realidade incrível que vai modificar a maneira pela qual nos comunicamos”, afirmou Zuckerberg no evento.

Além disso, foi anunciado também um acordo com a Netflix para lançar um app que permitirá acesso ao catálogo do serviço de streaming pelos aparelhos RV.

Já os filmes em 360 graus, que possibilita ao usuário interagir com o conteúdo movendo sua cabeça, não estão longe de se tornar realidade. No último Festival Sundance, a Oculus VR exibiu seu primeiro curta nesse formato: Lost. Em Julho, a empresa fechou uma parceria com a produtora canadense Felix & Paul para desenvolver filmes em 3D com visão 360 graus. Mal podemos esperar para ver isso se tornar algo comum!

O início do projecto

Rift começou como uma campanha do Kickstarter, maior site de vaquinha electrónica do mundo, que arrecadou US$ 2,5 milhões em 2013. Demonstrações do aparelho de realidade virtual ainda em desenvolvimento chamaram a atenção do CEO do Facebook, que, em 2014, comprou a empresa pela bagatela de US$ 2 bilhões. Desde então, o foco da empresa é explorar possibilidades do aparelho voltado para o mercado de games e cinema.

Veja um teste do Oculus Rift com o jogo Project Cars:

Cineclick

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here