Conheça o Mussiro, O Creme Milagroso Para a Pele

Conheça o Mussiro, O Creme Milagroso Para a Pele

COMPARTILHE

O Mussiro é um creme tradicional para a pele, feito à partir do caule de uma planta conhecida pelo mesmo nome. Alega-se que este creme é rejuvenescedor e que também combate as espinhas (Borbulhas, acne). Por isso, as mulheres Macuas começaram a usa-lo na passagem da adolescência para a juventude.

Mulher e Mussiro - Nampula

A província de Nampula é tradicionalmente conhecida como a terra das “muthiana orera” ou, simplesmente, meninas bonitas. As mulheres daquela região do país possuem uma técnica que lhes é peculiar de tratar da pele, desde tenra idade, com recurso a uma espécie florestal bastante procurada, denominada mussiro, uma planta planta cujo nome científico é Olax dissitiflora, da família das Olocaceae, que consta da lista das que devem ser preservadas e multiplicadas e que, regra geral, são usadas pelas comunidades para cura de diversas enfermidades, bem como para fins decorativos.

As mulheres Macuas produzem uma máscara conhecida por Mussiro ou N’siro, elas moem partes do arbusto em uma pedra e acrescentam água. As mulheres começaram a usá-lo na passagem da adolescência para a juventude e também a planta é usada para cura de diversas doenças.

As jovens entre os 15 e os 18 anos, quando entram na chamada “segunda menstruação” (adolescência), são preparadas para a vida futura, como o casamento, pelas mulheres da família mais velhas, conhecidas como conselheiras (Anakamo). Neste período de ensinamentos, a jovem tem de manter o corpo pintado com m’siro durante o dia, lavando-se à noite para o remover, e só é autorizada a conviver com crianças entre os 7 e os 14 anos, sendo-lhe vedado o relacionamento com os adultos. O objetivo deste rigoroso cumprimento visa salvaguardar a virgindade da jovem até ao dia do casamento e simultaneamente manter o seu corpo limpo, aveludado e sem borbulhas. Já na parte final deste período decorre também o ritual para a iniciação sexual, uma cerimônia designada por Ossinkiya, e que tem como propósito explicar os segredos de sedução, onde o m’siro surge como argumento erótico e perfumado: o ato do coito, usando para isso instrumentos fálicos e alguma teatralização, e como tratar e lidar com o marido.

Além disso, é usada nos rituais fúnebres. Interessante que algumas máscaras mandam mensagens especiais nas relações do casal, como um recado da mulher para o marido que está No período da menstruação, ou avisar a outros homens a sua disponibilidade sexual, entre outras mensagens somente conhecidas e decifradas dentro da comunidade.
Beleza, sorriso e o uso do Mussiro fazem das mulheres Macuas um diferencial entre as etnias de Moçambique.

Mulher e Mussiro - Nampula

Mulher e Mussiro - Nampula

O mussiro, está em processo de multiplicação no distrito de Mossuril, para resonder à crescente demanda por esta planta nos últimos tempos, sobretudo nos distritos da zona costeira de Nampula e Cabo Delgado, onde as mulheres usam-na para fins de beleza e medicinais, está em perigo de extinção. Os trabalhos de multiplicação decorrem num ritmo satisfatório e estão a cargo de técnicos locais do sector da agricultura orientados por um especialista da FAO.

É nesse contexto que surgem iniciativas de diferentes entidades na busca de meios para o processamento e posterior comercialização dos derivados dessas espécies. Um dos exemplos é o projecto desenhado pelo Governo, em parceria com algumas instituições, como a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a Organização Internacional do Trabalho e o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, ACNUR.

Mozambique Mussiro
Em zonas onde o mussiro é abundante, são criadas condições para a sua industrialização com o propósito de conferir maior valor comercial ao produto de modo a que as comunidades envolvidas no negócio possam aumentar a sua renda e melhorar o seu nível de vida.

“Actualmente as comunidades vendem o mussiro em bruto, para que os compradores possam com recursos próprios fazer o seu processamento suportando-se dos métodos tradicionais que implicam o uso de uma pedra, mas doravante serão instalados equipamentos para processamento com recursos a técnicas modernas que incluem o empacotamento do pó para posterior colocação no mercado”. (Autoridade Local)

Mussiro Moçambique

Este produto trás resultados tão interessantes, que uma grande empresa farmacêutica tem mostrado interesse em transformar o produto local de um empreendimento comercial de grande porte.

COMENTE PELO FACEBOOK

13 COMENTÁRIOS

  1. Comentário: Oyee. saudações.
    bom, eu gostava de saber se o mussiro pode ser usado em qualquer tipo de pele, se podemos usar e ficar expostas ao sol, pode ser usado diariamente, ou de quanto em quanto tempo. E quanto tempo podemos ficar com o mussiro na pele.

  2. Ola eu nunca usei o mussiro e to com o rosto cheio de borbulhas e mamchas pretas…sera que posso uzar??? E onde posso encontrar???! Sou de Maputo

DEIXE UMA RESPOSTA