Curiosidades 14 Dicas para ser um estudante universitário bem-sucedido

14 Dicas para ser um estudante universitário bem-sucedido

PARTILHA COM A MALTA


Adaptado de The Secrets of College Success: Over 800 Tips, Techniques, and Strategies Revealed de Lynn F. Jacobs and Jeremy S. Hyman[1]

Uma vez, depois de uma aula longa, um estudante pediu-me dicas para ser um estudante melhor. Na altura, até porque estava assaz fatigado, repeti, de forma bruta e mecânica, o que eu ouvira ao longo dos anos: “ler e ler e ler, e pensar criticamente”. Não a terei ajudado, certamente. Na última semana, tendo em vista o início de mais um ano académico – e porque tenho leccionado, ultimamente, turmas do primeiro ano – voltei a pensar nas “dicas” e nas características dos estudantes universitários bem-sucedidos. Depois de algumas leituras, traduções e adaptações, fez-se luz e uma comprida lista surgiu. Espero que, pelo menos desta vez, as dicas ajudem.

  1. Programa

Estudantes bem-sucedidos não só sabem quando farão os testes e deverão entregar os trabalhos, como também têm um cronograma de o que precisa ser feito a cada semana à medida que o semestre progride. Estudantes bem-sucedidos são especialistas em administração de tempo.

  1. Divide as tuas tarefas

As leituras podem ser divididas em pedaços manobráveis ​​(não duzentas páginas em uma sessão). As provas devem ser preparadas durante uma semana (não no dia anterior). Estudantes bem-sucedidos começam a desenhar o trabalho de pesquisa/investigação logo depois da atribuição dos temas (e não no dia anterior à entrega).

  1. Organiza-te

É impossível fazer qualquer trabalho quando não se tem as ferramentas para tal: um computador funcional com o software certo, uma conexão rápida à Internet, um flashdrive e, para algumas universidades, conhecimento profundo sobre como navegar nos portais da universidade e da biblioteca. Estudantes bem-sucedidos preocupam-se com os materiais básicos do curso: o plano de aulas, um conjunto completo de notas, e, claro, os livros e artigos.

  1. Convive com colegas inteligentes

Estudantes bem-sucedidos sabem que passar muito tempo com colegas que não se interessam pelas aulas ou que não sabem por que estão na universidade pode criar uma atmosfera tão tóxica que qualquer tentativa de correção imediata pode não surtir os efeitos desejados. Escolhe os companheiros com cuidado da mesma forma que escolheste o curso.

  1. Não te deixes enganar

Por exemplo, não alternes a leitura (de um livro ou artigo) com uma visita fugaz à página do “Facebook” do seu amigo ou à outra rede social a cada minuto. Estudantes bem-sucedidos não se deixam facilmente enganar.

  1. Governa os teus sentimentos

Estudantes bem-sucedidos sabem que é difícil ter sucesso em um curso ou disciplina se preconceitos ou sentimentos negativos (tristeza, ódio, falta de autoconfiança) guiarem suas as atitudes durante o processo de aprendizagem. Estudantes que sabem como se concentrar em suas próprias realizações (positivas) têm uma vantagem sobre o resto.

  1. Desafia-te

Os bons estudantes são intelectualmente activos. Quando lêem, eles pensam criticamente sobre o que estão a ler. Nas aulas, os estudantes bem-sucedidos interagem e levantam pontos de vista construtivos. Nas provas, eles atacam as perguntas e respondem-nas de forma directa e total. Nos trabalhos de investigação, eles procuram níveis mais profundos de significado e discutem as suas descobertas com prudência.

  1. Sê consistente e persistente

Cansado? Participa da aula das 8. Leu o artigo até tarde? Sê como uma coruja, que trabalha sempre de noite. O problema é difícil? Faça-o, dele depende a tua vida. Aula de duas horas? Fica até ao fim. Podes sempre aprender e colectar alguns pontos extras.

  1. Sê aberto às apreciações

Embora seja fácil e mais divertido desfazer-se das provas e dos trabalhos corrigidos, ou convenientemente esquecer de buscá-los, estudantes bem-sucedidos estudam cuidadosamente os comentários dos professores e procuram entender os erros cometidos. Tudo sem se sentir ofendido ou lesado.

  1. Pergunta sempre que puderes

Não leves nem tenhas dúvidas. Pergunta sempre que for possível, a alguém que possa saber. Como o docente assistente, por exemplo.

  1. Não sê muito tímido

Claro, todos se sentem intimidados sobre ter que procurar o professor (assistente) para obter ajuda e fazer perguntas. Mas lembra-te de que a maioria dos professores gosta de conversar com os estudantes e, se for solicitado, oferecerá uma grande quantidade de ajuda em trabalhos, preparação para testes e até mesmo encontrando tópicos para trabalhos futuros – projectos, monografia, estágio ou colaboração. Aprender a trabalhar com os professores é um dos melhores movimentos que um estudante pode fazer.

  1. Procura ser o número um

Enquanto alguns estudantes estão dispostos a faltar dias ou semanas para satisfazerem as necessidades dos outros – por exemplo, participar de um longo casamento de um familiar – estudantes bem-sucedidos sabem que a universidade é o seu trabalho e estudar é a sua maior prioridade. Leva a sério os estudos, especialmente durante o último mês de cada semestre, geralmente repleto de testes e trabalhos por entregar.

  1. Mantenha-te em forma

É difícil ser-se bem-sucedido quando se está doente, cheio de sono ou quando se vive com uma má dieta alimentar. Estudantes bem-sucedidos fazem da boa saúde uma prioridade – eles administram suas necessidades físicas e emocionais tão cuidadosamente como fazem suas necessidades académicas.

  1. Olha para frente agora

Os melhores estudantes sabem por que estão na universidade e o que eles precisam fazer para alcançar os seus objectivos. Não esperes ter o diploma na mão para depois pensar no futuro.

[1] Lynn F. Jacobs é professor de História da Arte na Universidade de Arkansas. Jeremy S. Hyman é fundador e arquitecto-chefe do Professors’ GuideTM.

PARTILHA COM A MALTA
Pedro Pereira Lopes é escritor, docente universitário e pesquisador. Fez rádio, música e criou os blogs "Kumbukilah" (2009), "cadernos de haidian" (2012), "Entre Aspas Escritor (2013), entre outros. Editou a web-revista de literatura jovem “Lidilisha” e assina a coluna "Vão homens ao meu lado distraídos", no jornal "Debate". Tem formação superior em Administração e Políticas Públicas.

COMENTE PELO FACEBOOK

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA