Cinema Eli Wallach, ator de “Três Homens em Conflito”, morre aos 98 anos

Eli Wallach, ator de “Três Homens em Conflito”, morre aos 98 anos

O ator americano Eli Wallach, que ficou famoso após ser um dos protagonistas do filme “Três Homens em Conflito” (1966), morreu nesta terça (24) aos 98 anos, de acordo com sua filha Katherine, que confirmou a notícia nesta quarta-feira para o jornal “The New York Times”.

Eli Wallach, nascido em Nova York em 1915, foi um dos atores mais produtivos de Hollywood e se manteve em atividade até 2010, quando trabalhou no filme “Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme”.

Em seus mais de 150 papéis, tanto no cinema como em séries televisivas, trabalhou ao lado de astros como Michael Douglas, Clint Eastwood, Clark Gable, Marilyn Monroe, Al Pacino, Gregory Peck e Kate Winslet e dos diretores John Ford, Francis Ford Coppola, Sergio Leone e John Huston.

Wallach, que estreou no cinema em 1956 no filme “Boneca de Carne”, do diretor Elia Kazan, participou de longas emblemáticos na história de Hollywood, como “Sete Homens e um Destino” (1960), “A Conquista do Oeste” (1962) e “O Poderoso Chefão 3” (1990).

Com o diretor italiano Sergio Leone, ficou famoso no mundo todo ao atuar em “Três Homens em Conflito”, no qual interpretou o bandido mexicano Tuco, ao lado Clint Eastwood e Lee Van Cleef, no longa que melhor representa o gênero “spaguetti-western”, ou “bangue-bangue à italiana”, como ficou conhecido no Brasil.