Luisa Diogo

Luisa Diogo

Luísa Dias Diogo (nascida a 11 de Abril de 1958), é uma economista e política moçambicana, filiada ao partido FRELIMO, tendo sido Ministra do Plano e Finanças e Primeira Ministra de Moçambique. Ela foi a primeira mulher a ocupar a cadeira  de primeira-ministra de Moçambique. Diogo ganhou uma reputação como reformista progressista e uma mulher de negócios experiente. De acordo com a Time, que classificou Diogo como uma das principais líderes e revolucionárias no mundo:

“ela dirige um governo que já foi tido como um Estado falido, e que agora apresenta taxas de crescimento económico de um tigre asiático”.

Luisa Dias Diogo nasceu em 11 de Abril de 1958, na província central de Tete em Moçambique. Ela frequentou a Escola Primária Dona Maria na Cidade de Tete até aos doze anos e a Escola Comercial de Tete até aos quatorze anos. Fez o nível médio no Instituto Comercial de Maputo. Após o ensino médio Diogo passou a estudar economia na Universidade Eduardo Mondlane de Maputo. Após graduar-se como bacharel em 1983, ela continuou seus estudos na Universidade de Londres, onde obteve o grau de mestre em economia financeira em 1992.

Em 1980, enquanto ainda estava na faculdade, Diogo começou a trabalhar no Ministério das Finanças de Moçambique. Nessa época o país estava no quinto ano da guerra civil. A economia de Moçambique estava basicamente em frangalhos e o governo precisava de uma injecção de sangue novo. Aos vinte e dois anos de idade, Diogo provou ser parte da resposta, e ela rapidamente subiu na hierarquia do ministério, tornando-se chefe de departamento em 1986; em 1989 ela foi nomeada directora do orçamento nacional.

Diogo permaneceu no cargo de directora por quatro anos, mas depois de conseguir o seu mestrado, ela passou a trabalhar para o Banco Mundial, servindo como oficial de programa de Moçambique. Após as eleições de 1994 em Moçambique, o Presidente Joaquim Chissano convidou Diogo para deixar o Banco Mundial e participar do governo da FRELIMO como vice-ministra das finanças. Isto marcou a entrada da economista para o alto escalão do governo de Moçambique. Diogo tinha apenas 36 anos de idade na época.

Foi primeira-ministra de Moçambique a partir de Fevereiro de 2004 a Janeiro de 2010. Ela substituiu Pascoal Mocumbi, que foi o primeiro-ministro de Moçambique nos nove anos anteriores

Família

Luísa Diogo é também esposa e mãe de três filhos. Ela é casada com o advogado Albano Silva.

5 COMENTÁRIOS

  1. Mulher com uma visao holistica do universo. porque nao entra na candidatura para o PR de Mocambique.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here