Febre Amarela

Febre Amarela

A Febre Amarela é uma doença hemorrágica viral de elevada mortalidade. Actualmente, estão estimados cerca de 200.000 casos e 30.000 mortes anuais. A doença é transmitida, tal como o Dengue, pela picada dos mosquitos Aedes infectados. As áreas de risco são as regiões tropicais de África e América do Sul (ver figuras 1 e 2). No continente sul-americano, Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador e Peru têm um risco acrescido. As manifestações da doença são muito variadas, daí a dificuldade em reconhecer precocemente a doença, e vão desde o indivíduo sem sintomas até disfunção orgânica generalizada. A fase inicial da doença é caracterizada por sintomas tipo gripal, com febre alta, cefaleias, dores musculares, falta de apetite e náuseas/vómitos. Em cerca de 15% dos casos há evolução para uma fase tóxica, de elevada mortalidade, caracterizada por disfunção multi-orgânica (sobretudo fígado e rins) condicionando hemorragias generalizadas e anúria.

De alertar o viajante com destino a áreas de risco do Brasil que a doença continua bastante activa neste país, e actualmente em expansão para sul (ver figura 3). De Dezembro de 2008 a Fevereiro de 2009 o estado brasileiro notificou 48 casos, 13 dos quais com desfecho fatal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here