Coisas de Moçambique G20 – A Gang dos Violadores e Engomadores

G20 – A Gang dos Violadores e Engomadores

PARTILHA COM A MALTA


Nos últimos dias, a Província de Maputo tem registado uma onda de crimes “sui generis”. O que está a acontecer é muito estranho, o pior é difícil distinguir se realmente são factos verídicos ou boatos.

Anda por ai um grupo de assaltantes que foram atribuídos o nome de G20, eles actuam em cadeia, numa noite estão numa zonas e no dia seguinte idem. O pior é que não se sabe se é a mesma quadrilha ou são diversas. A verdade é que começaram a actuar nos bairros da Matola: Infulene A, Malhampsene, Nkobe, Matola Rio, Zona Verde…

Se forem diversos grupos tem algo em comum: a forma de agir perante suas vítimas. Eles roubam, violam as vítimas (não importa se é homem, mulher, crianças ou idosos) e como se isso não bastasse ainda engomam pessoas. Isso é sabotagem pura.

Uma coisa curiosa que tenho notado é que em muitos bairros durante o dia colam panfletos caseiros com dizeres como: hoje vamos actuar nesta zona. Ou os G20 já estão aqui, no entanto, nunca ouvi história de ladrão que avisa “hoje venho roubar na tua casa”. Ai está a estranheza da coisa.

E torna-se difícil distinguir se realmente é um fenómeno que está a acontecer ou se alguém “bolou” e resolveu espalhar esses boatos. Facto é que em algumas zonas tiveram casos de mortes. Até parece um daqueles filmes de terror que costumo assistir.

É muito complicado saber se isso passa ou não de realidade, o mais grave ainda é que as populações estão por conta e risco próprios. Deixa trocar isso em quinhentas, em condições normais nós já temos uma polícia bem deficiente, meios então? Já nem se fala. Piorou agora. Nos bairros quem está a fazer o famoso policiamento comunitário são os residentes. De dia vão aos seus postos de trabalho e de noite devem ficar de guarda.

A pergunta que não quer calar: onde estão os membros da Policia da República de Moçambique (PRM)? Estão a dormir, de certeza. No mínimo, é uma situação caricata. Quem devia garantir a ordem e tranquilidade pública fica num bem e bom que não acaba.

Enquanto que de dia, ficam a importunar os automobilistas. Mandam parar, procuram isto e aquilo e no final das contas exigem uns trocadinhos. Isso sim, eles fazem melhor que ninguém. Proteger o povo que é bom? Nada. Outro dia, estava a ver um debate num dos canais de televisão.

Não é que o comandante da polícia à nível da província teve a coragem de dizer que eles não vão aos bairros por falta de meios. Não se justifica então, que encontres um monte de polícia parado no meio da estrada a mandar parar todos, sem nenhum motivo aparente. Mais ainda, quando os larápios “aqueles diurnos” furtam bens do pacato cidadão nunca estão lá para acudir.

Mais uma pergunta: para que servem? Se nunca estão lá para nos proteger. Várias pessoas estão preocupadas com a actual situação e já existem especulação que dão conta de que podem ser gangs podem estar a aparecer como uma espécie de marketing politico…vai entender.

Leia Também: Não Existe G20

COMENTE PELO FACEBOOK