Nyeleti Brooke Mondlane

Nyeleti Brooke Mondlane

Por Walter Pires Nhansue

Nyeleti Brooke Mondlane (Onandagua, 17 de Janeiro de 1962) é uma política moçambicana. Ministra da Juventude e Desportos desde 24 de Novembro de 2017, depois de ter sido Vice-Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, desde 19 de Janeiro de 2015.

Vida pessoal de Nyeleti Brooke Mondlane

Nyeleti Mondlane nasceu a 17 de janeiro de 1962, em Onandagua, Syracusa, Nova Iorque, Estados Unidos da América. É filha de Eduardo Chivambo Mondlane, Professor Doutor em Antropologia, e de Janet Rae Mondlane, Doutora em Sociologia.

É casada, mãe de três filhos. Professa a religião cristã, na Igreja Presbiteriana de Moçambique. Fala fluentemente o Inglês e Português e razoavelmente o Francês.Nos tempos livres participa na preservação da História Local a partir do Museu de Nwadjahane em Manjacaze, gosta de Arte Moderna, literatura autobiográfica feminina da América Latina e África, estatuetas e pintura Maconde. Seus passatempos prediletos são a natação, o basquetebol e escutar o jazz clássico.

Educação de Nyeleti Brooke Mondlane

Iniciou e concluiu os estudos primários na escola Internacional da Tanzânia, até 1970. Depois viajou para Moçambique, onde prosseguiu os estudos secundários na Escola Secundária da FRELIMO, Bagamoyo, em 1974, e na Escola Secundária da FRELIMO em Ribaué, província de Nampula, até 1980. Mais tarde, ingressou para o ensino superior, obtendo o Bacharelato em Ciências Sociais (Antropologia Social) pela Universidade de Manchester, no Reino Unido, em 1987. Obteve o Certificado em Gestão de Conflitos, pela Universidade Uppsala, da Suécia, e a distância, fez o curso de Mestrado em Administração Pública, pela Universidade de Liverpool.

Carreira Profissional da Nyeleti Brooke Mondlane

 

Ao longo da sua carreira, trabalhou em diversas instituições. Foi assistente do Director Executivo da LONRHO Moçambique para as áreas de Turismo e Recursos Humanos, entre 1990 e 1994 foi Gestora da RIGOCHE, entre 1995 e 2001 foi membro fundadora da Fundação Eduardo Chivambo Mondlane, em 1999. Coordenou o programa de HIV/SIDA no Gabinete do Coordenador do Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (PNUD) em 2002 coordenou o programa Vida Positiva, entre 2004 e 2006 assumiu a Presidência da Academia da Mulher Africana (WAFA), em 2010, e foi Deputada da Assembleia da República, na sétima legislatura, entre 2009 e 2015.

É membro da FRELIMO, do Comité Executivo da Associação dos Combatentes de Luta de Libertação Nacional (ACLLN), da Organização da Mulher Moçambicana (OMM) e da célula 8 de março da Sommerschield, em Maputo, colaborou com o Departamento de Relações Exteriores e pertenceu às brigadas de Zambézia e Tanzânia.

Advertisements

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here